Liga Portuguesa recheada de jogadores estrangeiros

22 agosto, 2011


A aposta no jogador português pelos clubes profissionais é dos temas mais sensíveis no futebol nacional. Desde há (+/-) dez anos, que o número de estrangeiros inscritos superam os de nacionalidade local. A regulamentação existente, e as estruturas que mandam no futebol também não parecem muito preocupadas em reverter esta situação. Hoje, pensam no presente, temos uma selecção que continua a dar cartas, mas, e depois do mundial 2014? Os actuais craques Cristiano Ronaldo, Nani, entre outros estarão perto do final de carreira, e as opções válidas a médio prazo estão escondidas em divisiões menores ou sem espaço de progressão.

Por outro lado, alguém acredita que FC Porto, Benfica, Sporting, Braga conseguiriam bater-se actualmente no panorama internacional com plantéis compostos maioritariamente por jogadores portugueses. A verdade é que os bons valores nacionais estão a jogar no estrangeiro, nos melhores clubes da europa, mas parece que a torneira do talento está a esvaziar-se. Talvez, e porque sinceramente o futebol está transformado na procura obsessiva pelo sucesso imediato, seria prudente, especialmente para os três grandes a aposta gradual no jovem jogador português.

São precisamente os três maiores clubes portugueses que reúnem menos jogadores portugueses nos seus quadros principais. O FC Porto conta somente com quatro jogadores portugueses na equipa, enquanto Benfica e Sporting contam com sete. Os dragões, contudo, utilizam 75% dos seus portugueses entre os titulares (Rolando, João Moutinho e Silvestre Varela). Os leões têm utilizado quatro dos sete "lusos" no onze habitual (Rui Patrício, João Pereira, Daniel Carriço e André Santos). Já as àguias, tirando ocasionalmente Rúben Amorim, joga preferencialmente com onnze estrangeiros, num clube que até meados dos anos 80 apenas contava com portugueses.

Globalmente, a Liga Portuguesa Zon/Sagres 2011/2012 registou 438 novos jogadores, sendo apenas 184 (42%) portugueses. Os 58% restantes são de distintas nacionalidades, sendo 140 de nacionalidade brasileira (32% do total e 55% dos estrangeiros). Os argentinos vêm (bem) atrás, com 12 atletas inscritos em Portugal, seguido de Cabo Verde (11) e Uruguai (8). Os clubes com mais portugueses na liga principal são Vitória de Setúbal e Olhanense (17 portugueses), com Paços de Ferreira, Beira-Mar e Feirense (16 nacionais) logo atrás.

Todos os números da Liga Portuguesa
* quadro estatístico que se segue é fonte do site mais futebol

Total de Jogadores: 438

Portugueses: 184 (42%)

Estrangeiros: 254 (58%)

Brasileiros: 140 (32%)

Europa (215)
Portugal: 184
Espanha: 7
França: 6
Eslovénia: 3
Holanda: 2
Bélgica: 2
Sérvia: 2
Montenegro: 2
Áustria: 1
Croácia: 1
Itália: 1
Roménia: 1
Bulgária: 1
Rússia: 1
Israel: 1

América do Sul/Norte (176)
Brasil: 140
Argentina: 12
Uruguai: 8
Paraguai: 3
Colômbia: 3
Chile: 3
Peru: 2
Bolívia: 1
Venezuela: 1
EUA: 1
México: 1
Haiti: 1

África (46)
Cabo Verde: 11
Nigéria: 6
Guiné: 5
Camarões: 4
Senegal: 4
Angola: 3
Moçambique: 2
Marrocos: 2
Costa do Marfim: 2
Mali: 2
Argélia: 1
Líbia: 1
Benin: 1
Gana: 1
Tunísia: 1

Ásia
China: 1

Redes Sociais

Acompanhe o Aposta X no Twitter
Conheça a página do Aposta X no Facebook

Página Inicial

0 comentários:

Enviar um comentário

Home - Aposta X

 

Aposta X - Futebol e Apostas Online