12

Bola Social Soccer no Facebook - Jogo de futebol!

31 março, 2010


Quase todos nós actualmente, temos redes sociais.  Eu por exemplo uso o Facebook para ligar-me principalmente aos meus amigos de longe para estarmos sempre actualizados das novidades. Mas hoje em dia, e eu falo pelo Facebook, que é considerado o melhor serviço universal do género,  chega a ser uma plataforma que vai muito mais além do que simples conversas, servindo também como puro divertimento. Ai, entra o famoso Farmville - (quem nunca tentou jogar que se acuse), em que temos que gerir uma quinta.

Muito bem, agora para os futeboleiros chegou um novo divertimento que promete rivalizar com a famosa quinta das vaquinhas e "roubar" muitos adeptos desse famoso jogo.

O jogo, chama-se Bola Social Soccer e permite-nos criar as equipas, desafiar as equipas adversárias criadas pelos amigos ou jogar contra a aplicação. Como qualquer outro jogo do género. A diferença deste é que foi marketizado para Portugal pela Fox International Channel Portugal.

A Ford é a patrocinadora da versão portuguesa do jogo, que foi produzido pela empresa argentina Three Melons. Ser patrocinador dá à Ford o direito de surgir nos espaços publicitários embutidos no jogo, das camisolas aos placards dos estádios.

Os utilizadores escolhem os patrocinadores em contratos virtuais (para já) de duas semanas. Findo esse período, os patrocinadores podem ser renovados ou alterados.

O objectivo é atingir o maior número de fãs possível, "já que isso determinará as suas posições nos diferentes rankings: mundial, por país e por amigos", segundo a Fox. Os jogos duram 90 segundos. Para jogar aceda à aplicação Bola Social Soccer.

Página Inicial

Ler Mais
5

Roma vence Inter e coloca Liga Italiana ao rubro

30 março, 2010


A Liga Italiana, apesar de estar a enfranquecer de ano para ano, tem esta época tudo para deixar o apaixonado por futebol bem curioso sobre os próximos desenvolvimentos. A Roma "implodiu" o todo poderoso Inter e baralhou por completo a frente da tabela, com Milan também à espreita.

Sendo assim, melhor será dizer que a corrida pelo scudetto será definida ao pormenor, jornada-a-jornada. E só faltam 7 e somente três pontos a separar o ainda líder Inter do 3ª classificado Milan! O drama só não é maior porque o Milan fracassou novamente, tropeçando em casa frente à Lazio.


Análise aos três primeiros e o que falta realizar.

Avaliando a qualidade individual dos jogadores e o número de opções à disposição dos técnicos, o Inter leva vantagem. O peso de eventuais baixas parece ser menor sobre a equipa de José Mourinho do que para Claudio Ranieri, na Roma, ou Leonardo, no Milan. No decorrer de uma partida, o português pode olhar para o banco de suplentes com tranquilidade, sabendo que há jogadores capazes de entrar e mudar o rumo de uma partida.

Apesar de o Inter estar na liderança, nas últimas nove jornadas a equipa conquistou apenas duas vitórias. A sensação de que um título que já foi considerado quase ganho poder escapar, deve aumentar a pressão pelos lados de Appiano Gentile.

O AC Milan sente na pele a oportunidade de quem teve por diversas vezes a faca e o queijo na mão, mas deixou-se cair. O ponto mais significativo foi a partida contra o Nápoles, quando havia a possibilidade matemática de superar o Inter e assumir a liderança. O empate (1-1) acabou frustrando os rossoneri, que depois disso perderam para o Parma fora de casa e voltaram a empatar em San Siro, desta vez com a Lazio.

Na Roma, a confiança não poderia estar mais em alta. A vitória diante do Inter elevou a fasquia de 21 jogos invictos na Serie A, com 16 vitórias e cinco empates durante este período. A equipa parecia desacreditada após um início complicado, mas o óptimo trabalho de recuperação conduzido por Ranieri fez a parte giallorossa da capital voltar a sonhar alto. Vantagem para a Roma.


1ª Inter de Milão (63 pontos)

Bolonha (c), Fiorentina (f), Juventus (c), Atalanta (c), Lazio (f), Chievo (c), Siena (f)

Entre os três da frente, o Inter é a única equipa que faz quatro jogos como visitado. A Juventus é o rival mais complicado em teoria, mas é difícil imaginar a Vecchia Signora, com o futebol que tem actualmente, "roubar" pontos ao Inter em Milão. O jogo mais complicado parece ser a visita à imprevisível Fiorentina, apesar do compromisso com uma Lazio potencialmente desesperada a exigir atenção redobrada.

A última jornada será contra o Siena, de boas lembranças – contra o mesmo adversário os nerazzurri conquistaram o título em 2007, com Roberto Mancini, e comemoraram o mesmo scudetto no ano passado, com Mourinho, após garantir o título na véspera sem entrar em campo.


2ª classificado AS Roma (62 pontos)

Bari (f), Atalanta (c), Lazio (f), Sampdoria (c), Parma (f), Cagliari (c), Chievo (f)

As dificuldades da Roma nos próximos jogos não está muito distantes em relação ao Inter. A diferença está no dérbi contra a Lazio, um jogo em que o momento das duas equipas costuma fazer pouca diferença. Nas três últimas jornadas, é provável que os adversários já tenham alcançado os seus objetivos no campeonato. O jogo contra a Sampdoria, candidata a uma vaga na Liga dos Campeões, requer cuidados.


3ª classificado AC Milan (60 pontos)

Cagliari (f), Catania (c), Sampdoria (f), Palermo (f), Fiorentina (c), Génova (f), Juventus (c)

O calendário rossonero é o mais complicada. Nas últimas cinco jornadas, a equipa de Leonardo enfrenta equipas que disputam o apuramento para as competições europeias. Inclusive a Juventus no último jogo em casa.

Resultados da 31ª jornada da Liga Italiana 2009/2010

AS Roma - Inter de Milão, 2-1 (De Rossi 15', Toni 73'; Milito 66')
AC Milan - Lazio, 1-1 (Borrielo 19' ; Lichtsteiner 32')
Palermo - Bolonha, 3-1 (Miccoli 10', 43' gp e 79'; Adailton 38')
Chievo - Parma, 0-0
Fiorentina - Udinese, 4-1 (Vargas 36', Gilardino 55', Santana 67' e Jovetic 83'; Pepe 40')
Juventus - Atalanta, 2-1 (Del Piero 30' e Melo 82'; Amoruso 45')
Livorno - Bari, 1-1 (Tavano 85'; Allegretti 24')
Nápoles - Catania, 1-0 (Cannavaro 50')
Sampdoria - Cagliari, 1-1 (Guberti 48'; Nené 80')
Siena - Génova, 0-0

Vídeo

Roma 2-1 Inter de Milão
De Rossi 15'
Milito 66'
Luca Toni 73'


Golos da jornada 31 da Liga Italiana


Fotos: AP

Página Inicial

Ler Mais
3

Real vence dérbi e Barcelona passa em Maiorca


Vou continuar a bater na mesma tecla sobre a realidade do campeonato espanhol. Não chega ter numa Liga os três melhores jogadores do mundo (Ronaldo, Messi e Káká), provavelmente as duas melhores equipas do planeta, mas depois as restantes ficarem ... a anos-luz! Tudo isto, para dizer que é preciso melhorar o nível competitivo da La Liga para dar o salto qualitativo em relação à Premier League inglesa. É abismal a diferença pontual entre os dois primeiros as outras equipas e fica chato saber que todos os fins-de-semana, Real e Barcelona vencem os seus jogos com as maiores das facilidades.

Passe o reparo, o jogo de cartaz teve lugar no Santiago Bernabéu, onde o dérbi de Madrid ocupou todas as atenções. O Atlético, com um conjunto de jogadores bem conhecidos de nós portugueses, chegava ao campo rival com 10 anos sem conhecer o sabor da vitória, mas Reyes, ainda deu uma esperança que tudo podia ser diferente. Podia mas não foi! Entrava então em acção a célebre defesa de manteiga colchonera que faz quebrar qualquer ataque de luxo bem intencionado com o Real a aproveitar.

Em 12 minutos, Xabi Alonso, até Arbeloa e por fim Higuain garantiram um triunfo por 2-3, sim o Atlético ainda fez mais um golo, mas já era tarde demais. Foi a 11ª primeira vitória meregue consecutiva.


Já em Maiorca, Ibrahimovic marcou pelo terceiro jogo consecutivo e ofereceu ao Barcelona uma suada vitória por 0-1 no terreno do quarto classificado. O Barcelona ocupa a primeira posição com o Real Madrid, mas estes beneficiam da melhor diferença de golos.

O avançado sueco colocou um ponto final numa série de jogos sem marcar ao converter com êxito uma grande penalidade no último domingo, frente ao Saragoça, e abriu depois o marcador para o Barça no triunfo por 2-0 sobre o Osasuna, a meio da semana. Voltou a marcar, agora, em Maiorca aos 63 minutos, enviando a bola para o fundo das redes depois de uma defesa incompleta de Aouate na sequência de um pontapé de canto cobrado por Xavi e desviado para a própria baliza por um defesa da equipa da casa.

Péssima notícia, foi a lesão contraída por Andrés Iniesta, que o vai impedir de jogar em Londres com o Arsenal para a Champions.

Já as esperanças de o Seviha regressar na próxima época à Liga dos Campeões continuam a diminuir, após o conjunto andaluz ter aumentado a sua série sem ganhar para o campeonato para seis jogos, na sequência de uma derrota por 3-0 frente ao Villarreal. O "submarino amarelo" ficou rapidamente com uma vantagem de 2-0 nos primeiros 18 minutos. Já no período de descontos, Robert Pires isolou-se e fechou a contagem, tornando a derrota ainda mais pesada para o estreante treinador do Sevilha, Antonio Álvarez.

Esse resultado dava ao Deportivo a oportunidade de alcançar o Sevilha na classificação, mas os galegos desperdiçaram o ensejo, pois perderam por 1-3 na recepção ao Getafe, por quem Miku bisou. O defesa português Zé Castro apontou o outro golo dos visitantes, ao fazer autogolo.

Horrível também, foi a prestação do Valencia em Saragoça. Três golos sem resposta foi o desfecho da equipa ché, que continua a sua campanha de irregularidade.

Noutros palcos, o Xerez conseguiu somente a quarta vitória da época no encontro entre os dois últimos classificados, ao derrotar um Valladolid reduzido a dez elementos, por 3-0. O Osasuna derrotou o Almería por 1-0 e o duelo entre o Espanyol e o Gijón terminou sem golos. No fecho da jornada, grande jogo de futebol, o Athletic venceu por 4-3 o Racing de Santander.

Resultados da 29ª Jornada da Liga Espanhola 2009/2010

Real Madrid - Atlético Madrid, 3-2 (Xabi Alonso 49', Arbeloa 55', Higuain 62'; Reyes 10', Forlan 68')
Maiorca - Barcelona, 0-1 (Ibrahimovic 63')
Athletic Bilbao - Racing Santander, 4-3 (Llorente 13', 78' gp, Toquero 17', Laskurain 88'; Tchité 41', Bolado 81', 90')
Villarreal - Sevilha, 3-0 (Rossi 6', Llorente 18', Pires 91')
Xerez - Valladolid, 3-0 (Víctor Sánchez 2', Michel 35', Bermejo 71')
Espanyol - Sp. Gijón, 0-0
Deportivo - Getafe, 1-3 (Riki 71'; Miku 21' e 57', Zé Castro 32' npb)
Osasuna - Almería, 1-0 (Pandiani 20')
Saragoça - Valencia, 3-0 (Diogo 41', Arizmendi 63', Jarosik 71')
Málaga - Tenerife, 1-1 (Juanmi 66'; Alfaro, 85' g.p)

Vídeo

Golos da 29ª jornada da Liga Espanhola


Fotos: AP

Página Inicial

1

Adeptos do Manchester United querem comprar clube

29 março, 2010


Muitos dos meus carissímos leitores já devem ter reparado que nos jogos do Manchester United em Old Trafford, os adeptos têm levado cachecóis com as cores verde e amarelo em detrimento do tradicional vermelho e preto. Esta simbólica acção, deve-se à grande insatisfação que sócios e simpatizantes dos red devils têm na actual gestão do clube, que pertence por maioria à família Blazer.

Apesar de ser um dos clubes mais ricos do Mundo, o Manchester United, que ganhou o campeonato da Premier League durante os últimos três anos, e que também garantiu a ‘Champions League' em 2008, tem actualmente dívidas de cerca de 709 milhões de libras.


Aqui aparece os Red Knights. Para quem não sabe, trata-se de um grupo de adeptos do Manchester United que tornou pública a intenção de arrecadar fundos para comprar o clube a familia Glazer. Não seria novidade, não fosse o facto de que o grupo de adeptos ser encabeçado por figuras influentes e poderosas, que podem muito bem ter dinheiro próprio para fazê-lo.

Keith Harris, a figura mais proeminente do grupo, é um ex-chefe-executivo da HSBC, e foi importante nas aquisições de West Ham, Aston Villa e Manchester City. Jim O’Neill, outro membro do grupo, é economista chefe do Goldman Sachs, um dos bancos que emprestou dinheiro aos Glazer para comprar o ManUnited. Mark Rawlinson é advogado e comentarista económico. Paul Marshall é outro do mundo das finanças. E, finalmente, Richard Hytner, é o principal executivo da Saatchi & Saatchi, um dos maiores grupos do mundo na área da publicidade. Hytner foi fundamental na formação do grupo que impediu que Rupert Murdoch comprasse o Manchester United em 1998.

Cinco pessoas influentes (milionárias), todos adeptos do United. Têm plenas condições de juntar o dinheiro necessário para fazer frente aos Glazer. Se conseguirem, será a primeira vez que os adeptos derrotam os capitalistas, fazendo a mesma jogada que os americanos (Glazer) fizeram para chegar ao colosso inglês. Para já, fala-se de uma oferta incial de 2,25 mil milhões de dólares! E um precedente importante e auspicioso.

Ainda sobre esta matéria, Owen Gibson, do Guardian online, mostra nesta matéria que existe um plano do governo inglês para dar mais poder aos adeptos. Os clubes teriam que ter pelo menos 25% de suas acções nas mãos dos adeptos/sócios.

Página Inicial

0

Arsenal vacila, ManUnited e Chelsea goleiam


O Arsenal foi o grande perdedor desta 32ª jornada da Premier League, cedendo 2 pontos na deslocação ao débil Birmingham. A equipa de Wenger que esta temporada reaparece como legítimo candidato ao título, volta a tropeçar com equipas modestas, situação bem aproveitada por Manchester United e Chelsea que não deram hipóteses a Bolton (0-4) e Aston Villa (7-1). Neste momento são quatro pontos a separar o terceiro classificado do primeiro.

O Chelsea, depois de "amassar" o Portsmouth por 5-0 a meio da semana, aplicou agora 7-1 ao candidato à Liga Europa Aston Villa. A estrela da partida foi Frank Lampard, que apontou quatro golos, dois dos quais de penálti. Paulo Ferreira e Deco foram titulares e ambos acabaram por ver o cartão amarelo.


Pressionado pela vitória do Chelsea, o Manchester United respondeu com uma goleada no terreno do Bolton (0-4). Mesmo sem Rooney, melhor marcador da Premier League com 26 golos, a equipa de Nani, que foi titular e terminou com duas assistências, não teve grandes dificuldades par bater o 15º classificado. Um autogolo de Samuel aos 38' deu vantagem aos red devils, que confirmaram o triunfo com um bis de Berbatov e outro golo do jovem Gibson.


O Liverpool, adversário do Benfica nos quartos-de-final da Liga Europa, continua a manter esperanças em chegar ao quarto lugar (último lugar de acesso à Champions), com o espanhol Fernando Torres a bisar no convincente triunfo por 3-0 na recepção ao Sunderland. O clube de Anfield respondeu com uma boa exibição frente a um conjunto que vinha de uma série de cinco jogos sem derrotas no campeonato. Os "reds" marcaram logo aos três minutos, na sequência de um excelente remate de Fernando Torres, tendo o lateral Glen Johnson assinado o 2-0 aos 32 minutos. Torres ainda acertou no poste antes do intervalo, mas o ponta-de-lança espanhol viria mesmo a obter o seu 18º golo da temporada na Premiership (e o seu sétimo nos últimos quatro jogos em todas as competições) quando o cronómetro assinalava uma hora de jogo.

Carlos Tévez fez três golos em 12 minutos e permitiu ao Manchester City bater o Wigan, por 3-0. A equipa do Norte de Inglaterra está agora a dois pontos do Tottenham, que é quatro classificado e ocupa o último lugar que vale o apuramento para a Liga dos Campeões.

Na parte baixa da tabela, o Burnley perdeu em casa no dérbi com o Blackburn, por 0-1, e já é penúltimo, depois da vitória do Hull sobre o Fulham. Os recém-primodivisionários estão três pontos atrás de Hull e West Ham.

Resultados da 32ª Jornada da Liga Inglesa

Chelsea - Aston Villa, 7-1 (Lampard 15',44', 62' e 91' , Malouda 57' e 68' e Kalou 83'; Carew 29')
Bolton - Manchester United, 0-4 (Samuel 38' npb, Berbatov 69' e 78', Gibson 82')
Birmingham - Arsenal, 1-1 (Kevin Phillips 91'; Nasri 81')
Manchester City - Wigan, 3-0 (Tévez 72', 74' e 84')
Liverpool - Sunderland, 3-0 (Fernando Torres 3' e 60', Glen Johnson 32')
Burnley - Blackburn, 0-1 (Dunn 19')
Hull City - Fulham, 2-0 (Bullard 16' e Fagan 48')
Tottenham - Portsmouth, 2-0 (Crouch 27' e Kranjcar 41')
West Ham - Stoke City, 0-1 (Fullar 69')
Wolves-Everton, 0-0

Vídeo

Liverpool 3-0 Sunderland
Fernando Torres 3' e 60'
Glen Johnson 32'


Fotos: AP

Página Inicial

Ler Mais
2

Aposta X: Estamos a finalizar a templete

27 março, 2010


Boa Tarde a todos os leitores do Aposta X!

Como poderão verificar, este blogue está em retoques finais da sua templete, para já o projecto apresenta aquela que será a sua "cara final", mas no decorrer dos próximos dias, estaremos a trabalhar para resolver alguns bugs e finalizar a estrutura, de modo a que vá de encontro às nossas e esperando também, vossas expectativas.

Desde já, muito obrigado e informamos que o Aposta X prosseguirá o seu normal funcionamento já nesta segunda feira com muitos mais post´s sobre desporto e novidades sobre o mundo das apostas.

Cumprimentos

Nuno Gonçalo

1

Roberto Mancini empurrou treinador do Everton!

25 março, 2010


A Liga Inglesa é conhecida por transmitir um espiríto competitivo ímpar, sempre com grande fair-play entre todos os intervenientes. Os treinadores da Premier League têm mesmo um ritual muito próprio de beber um copo de vinho após o final dos jogos, em sinal de respeito e bem receber.

Desta vez, não sabemos se Roberto Mancini (Manchester City) tomou o precioso néctar com o seu colega de profissão David Moyes do Everton, isto depois da equipa de Liverpool estar a vencer por 0-2 em Manchester, e quando o treinador dos "toffees", para apressar uma substituição da sua equipa, agarrou na bola e manteve-a na sua posse. O técnico italiano não gostou nada da brincadeira e foi direito a Moyes, empurrando-o. Moyes ficou surpreendido e respondeu verbalmente a Mancini, que voltou atrás, encostando a sua cabeça à do técnico adversário. Foi necessária a intervenção do árbitro da partida, que separou os dois treinador e, em seguida, os mandou mais cedo para os balneários.

Vídeo

Fotos: AP

Página Inicial

Ler Mais
3

Hermínio Loureiro demitiu-se da Liga Portuguesa de Futebol

24 março, 2010


O futebol português entrou em ebulição durante o dia de hoje, após a decisão do Conselho de Justiça da Federação em reduzir os castigos aos futebolistas do FC Porto Hulk e Sapunaru na sequência dos incidentes (agressões a stewards) verificados no túnel da Luz durante o Benfica vs Porto.

Depois de sair a confirmação oficial, o presidente da Liga, Hermínio Loureiro anunciou renuncia imediata do cargo que exercia.

Na base da decisão radical de Herminío Loureiro,  está o facto do Conselho de Justiça da F.P.F. ter reduzido o castigo de Hulk para três jogos e o de Sapunaru para quatro jogos. O brasileiro tinha sido castigado pela Comissão Disciplinar da Liga com quatro meses de suspensão, agora viu o castigo ser revisto para três jogos e multa de 2500 euros. Já Sapunaru, que entretanto foi emprestado ao Rapid de Bucareste, viu a punição ser reduzida de seis meses para quatro jogos (incluindo uma multa de 4500 euros.

A questão no fundo é muito simples. O Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol tem um entendimento diferente da Comissão de Disciplina da Liga no que diz respeito ao estatuto do 'steward'. Para a Liga o 'steward' é um «agente do jogo» e para a FPF é um cidadão comum, igual a um espectador. É neste ponto, que Liga e FPF divergem, tal como alguns juristas têm diferentes conclusões. Este é certamente o "caso" do ano e que vai fazer correr muita tinta.

Acompanhe neste Link, todos os vídeos sobre os principais intervenientes deste processo.

Página Inicial

1

FC Porto e Chaves mais perto do Jamor


O FC Porto e o Chaves colocaram na dianteira para chegar à final da Taça de Portugal após vitórias sobre Rio Ave e Naval respectivamente.

Os portistas, que centram as suas energias na conquista de um título esta temporada, garantiram praticamente lugar no Jamor ao conseguir uma concludente vitória de 1-3 em Vila do Conde. Os campeões nacionais são assim o grande favorito à conquista do troféu e qualquer outro resultado que a não vitória final na Taça, será o desastre completo.


Já o histórico Desportivo de Chaves, que segue na Liga Vitalis há vários anos, voltou esta época à ribalta no futebol português através da segunda mais importante competição nacional, levando de vencida a Naval da Figueira da Foz (1-0), mantendo a ambição de chegar à final pela primeira vez na sua história. Aliás, tirando o Porto, nenhuma das outras três equipas conseguiram chegar à última eliminatória.

Vídeo

Rio Ave 1-3 FC Porto
Ruben Micael 19'
Bruno Moraes 36'
Raul Meireles 54'
Guarín 75'


Chaves 1-0 Naval
Ricardo Rocha 94´


Fotos: AP

Página Inicial

1

Estudo sobre comportamentos de jogo online

23 março, 2010


Como prometido é devido (Link), revelo em primeira-mão, as principais conclusões sobre a apresentação de um Estudo sobre os comportamentos de jogo online, que teve lugar esta manhã no Hotel Zenit, em Lisboa.

O psicólogo Joachim Hausler (na foto), membro da equipa de CSR da bwin apresentou hoje pela primeira vez em Portugal, os resultados iniciais de um Estudo sobre os comportamentos de jogo online. Ao contrário do que se supunha, as primeiras conclusões deste estudo evidenciam que o jogo online não representa uma maior perigosidade do que o “jogo tradicional”, pelo facto de ser de fácil acesso através da Internet.

Por outro lado, uma das principais vantagens dos jogos online, consiste na capacidade de monitorização e de controlo total desta actividade, que só é possível uma vez que é obrigatória a identificação dos jogadores, existindo um completo registo das suas movimentações.

Este Estudo, desenvolvido pelo Professor Howard Shaffer, da Harvard Medical School, Division on Addictions, Cambridge Health Alliance, teve início em 2005 e terá o seu término em 2013. O facto de se tratar do primeiro estudo cientifico sobre comportamentos de jogo online, na medida em que conta com dados concretos de mais de 45 000 jogadores, faz deste projecto de investigação algo de inovador, que altera substancialmente o que se sabia recentemente neste domínio.

De facto, pouco se conhecia, até à data, sobre os potenciais riscos desta nova forma de entretenimento e, o que se divulgava era baseado exclusivamente em relatórios subjectivos dos jogadores. A especulação de vários investigadores sobre o risco associado à participação em jogos online é agora contestada pelos resultados iniciais do Estudo. Os dados reais provam que esta preocupação é errónea e revelam que o aumento da acessibilidade aos jogos online, não equivale a qualquer tipo de aumento do “comportamento de jogo dependente”.

O objectivo desta apresentação consistia em debater e abordar os diversos aspectos do comportamento dos jogos e do controlo efectivo dos jogadores. Mas, para este controlo ser totalmente operativo, o orador realçou a necessidade de uma regulamentação do Estado para este sector, aspecto que, os principais operadores vêem com bons olhos.

O Jornal "Expresso" publica um artigo sobre esta matéria com a introdução:

"Parece uma contradição, mas a empresa de apostas online Bwin quer promover o jogo responsável, por isso está a analisar o comportamento dos apostadores. Os resultados do estudo são surpreendentes."

Podem conferir neste Link.

Já o Jornal "Diário de Notícias" também destaca esse assunto, com a seguinte introdução:

"Estudo internacional mostra que a Internet não aumenta a possibilidade de dependência do jogo."

Link para o artigo do DN, neste Link

Vídeo

Professor Howard Shaffer


Página Inicial

3

Taça da Liga é do Benfica (3-0 ao FC Porto)

22 março, 2010


Festa benfiquista pelo segundo ano consecutivo no estádio do Algarve. Depois de ter vencido o Sporting há 1 ano atrás, os encarnados golearam o FC Porto, por 3-0 e levaram a Taça Carlsberg 2009/2010 para a Luz. O Benfica é agora a equipa com mais triunfos na Taça da Liga (2) contra uma do Vitória de Setúbal.

Talvez se possa dizer que o desequilíbrio não foi tão grande quanto transparece no resultado. Talvez, porque o Porto se bateu à exaustão no finca-pé à maré vermelha. Mas indiscutível é isto: a final da Taça da Liga confirmou, o que já era convicção de quase toda a gente; o Benfica desta temporada, ressuscitadíssimo em capacidade técnico-táctica e em força mental, está a ser de mais, mesmo muito de mais, para quase toda a concorrência nacional. Terá o Sp. Braga a palavra já a seguir, mas, para o tetracampeão FC Porto, acabou a réstea de hipótese de algum taco-a-taco com o espectacular ritmo benfiquista. A Taça da Liga confirmou o campeonato.

Jorge Jesus deixou quatro titulares de fora, o que era mais do que expectável. O intenso duelo com o Marselha tinha sido há 72 horas, seguem-se o Braga e o Liverpool e, tão ou mais importante, tem à sua disposição segundas linhas que possuem igualmente selo de qualidade. Mas manteve inalterado o sector defensivo... Ao invés, Jesualdo limitou-se manter Nuno a titular na Taça da Liga, salientando-se o aguardado regresso de Fernando, após longa lesão. De fora, já se sabia, ficou o lesionado Varela.

Mais uma vez, graves incidentes marcaram a deslocação das claques ao Algarve. Confusão nas àreas de serviço de Palmela, Alcácer do Sal e depois no exterior do estádio Algarve mancharam um dia que deveria ser de festa.


Durante o jogo caíram no relvado cadeiras partidas, isqueiros e tochas que atrasaram o início do duelo. O jogo estava incendiado. Mas aos 10 minutos Ruben Amorim, num remate aparentemente inofensivo, abriu a contagem para os encarnados. No Algarve, terra do frango da Guia, Nuno oferecia um enorme à insaciável águia.

Os dragões reagiram bem, partiram em busca do empate, com Falcao e Belluschi a falharem o golo na cara com Quim. E aos 44’, Carlos Martins fixou a vantagem com que o Benfica chegou ao intervalo (2-0). Falta indiscutível de Raul Meireles e, na conversão de um livre directo, Carlos Martins enviou uma “bomba” (a mais de 30 metros) para o fundo das redes portistas. Desta feita, Nuno nada pôde fazer.


E já em período de descontos antes do intervalo, Bruno Alves, completamente descontrolado, tem uma entrada duríssima sobre Pablo Aimar. O maestro argentino protesta e o capitão portista agride-o. O árbitro Jorge de Sousa condescendeu e fez... mal, pois Bruno Alves continuou a invectivar Aimar no regresso aos balneários.

Na segunda parte, quando se esperava uma forte reacção do FC Porto, foi o Benfica que voltou a assumir o controlo do jogo e esteve mais perto do 3-0 do que os dragões do 2-1. As águias controlaram o meio-campo, com Ruben Amorim, Carlos Martins e Airton em grande plano. Jorge Jesus acertou em cheio nesta opção de rejuvenescer a equipa e dar descando aos muito massacrados Javi Garcia, Ramires, Saviola e Cardozo. E, lá atrás, o quarteto defensivo encarnado não dava chances a Falcao e companhia.


Com Belluschi incapaz de disfarçar a ausência de Varela e Rodriguez limitado e desinspirado, o Porto não tinha corredores laterais e precisava que Raul Meireles e Rúben Micael compensassem com diagonais e deslocações entre linhas. Mas o madeirense anda desaparecido do combate há mais de um mês... Resultado: o ataque viveu sempre apenas do desacompanhado Falcao.

Jesualdo Ferreira lançou Fucile e Valeri e tirou Miguel Lopes e Ruben Micael. Foi troca por troca, nada mudou nas hostes dos dragões. A cinco minutos do fim a claque dos Super Dragões começou a abandonar o Estádio Algarve. Rumo ao Norte. Já sem esperança. Pelo contrário, as águias continuaram a pairar sobre o relvado, ávidas de mais proezas. E lá veio o esperado 3-0. E pelo melhor marcador do Benfica, o paraguaio Oscar Cardozo, que entrara para render o jovem Kardec. A jogada começou em Saviola e acabou por ser Cardozo a empurrar a bola para a baliza defendida pelo infeliz Nuno Espírito Santo.


Festa brava nas bancadas, com os adeptos benfiquistas loucos de alegria pelo troféu conquistado. No banco, o director desportivo Rui Costa festejou ao lado do ex-colega de equipa Nuno Gomes. Braços bem erguidos ao alto. Coração da águia a palpitar.

Jorge Jesus venceu em toda a linha e arrecadou, ainda, o segundo troféu da sua carreira, depois de, ao serviço do Braga, ter ganho a Taça Intertoto no ano passado. Jesualdo Ferreira falhou, por seu turno, a possibilidade de ser o primeiro treinador a ganhar as quatro provas do calendário futebolístico nacional.

É preciso recuarmos até 2 de Maio de 1998 para encontrarmos vitória tão clara como esta do Benfica sobre o FC Porto. Nesse bem longínquo dia, com os dragões já campeões nacionais, Brian Deane, Poborsky e Tahar fizeram os golos do robusto triunfo da equipa da Luz.

Vídeo

Benfica 3-0 FC Porto

Ruben Amorim 10'


Carlos Martins 45'


Cardozo 92'


Entrega da Taça e festejos


Tudo sobre a Taça da Liga 2009/2010, neste Link.

HQSXTV3PN4JB

Fotos: AP

Página Inicial

2

Apresentação de Estudo sobre comportamentos de jogo on-line


Esta terça-feira, dia 23 de Março, pelas 09h30, no Hotel Zenit, em Lisboa, Sala Minho – Av. 5 de Outubro, 11, Lisboa vai ser palco de uma apresentação bastante relevante sobre um dos primeiros grandes estudos sobre os comportamentos de jogo online. A apresentação estará a cargo do Dr. Joachim Häusler, psicólogo e membro da equipa de CSR da Bwin.

Há 14 anos atrás começaram a surgir os primeiros Websites sobre jogos online. Tal como a Internet revolucionou todo o mundo da comunicação, os jogos online também contribuíram para transformar o mundo dos jogos e das apostas. Até recentemente, muito pouco se sabia sobre os potenciais riscos desta nova forma de entretenimento e, o que se fez até à data baseava-se exclusivamente em relatórios subjectivos dos jogadores.

Como principal pioneira nos jogos online, a Bwin tem tido um papel preponderante neste domínio, incentivou em 2005, a Harvard Medical School, Division on Addictions, Cambridge Health Alliance (uma das mais conceituadas do mundo), para o lançamento do primeiro estudo empírico sobre o comportamento de jogo online, na medida em que conta com dados concretos de mais de 45.000 jogadores.

Segue um breve vídeo do Prof. Howard Shaffer, autor do Estudo da Harvard Medical School, Division on Addictions, que resume como este projecto de investigação veio alterar todo o domínio dos comportamentos de jogo online.

Amanhã, conto apresentar no Aposta X um breve resumo do que mais relevante foi explicado.

Página Inicial

1

Benfica vs Liverpool nos quartos-de-final depois da vitória histórica de Marselha

19 março, 2010


O Benfica terá pela frente o Liverpool nos quartos-de-final da Liga Europa 2009/2010, enquanto é certo que haverá uma equipa espanhola nas meias-finais, pois o sorteio desta sexta-feira ditou o embate entre Valencia e Atlético de Madrid. O Hamburgo (anfitrião da final) defronta o Standard de Liège.

O Benfica versus Liverpool é seguramente o confronto mais importante dos quartos de final, sobretudo pela capacidade e história das formações em causa, que já ergueram a Taça dos Campeões, o clube português duas vezes e o inglês cinco.

Este adversário do clube da Luz, velho conhecido em provas da UEFA e que agora se reencontram. Os "reds" bateram os "encarnados" nos quartos-de-final rumo aos triunfos na Taça dos Clubes Campeões Eiuropeus de 1978 e 1984, e também os eliminaram na época seguinte, mas o Benfica desforrou-se mais recentemente, em 2005/06, nos oitavos-de-final da Liga dos Campeões, quando venceu por 1-0 em casa (golo de Luisão), antes de voltar a ganhar por 0-2, em Anfield (tentos de Simão e Miccoli).


Os dois gigantes afastaram conjuntos franceses e integram um lote apetecível de confrontos depois de a segunda mão dos oitavos-de-final terem proporcionado 34 golos. Destaque ainda para o confronto do Valência, de Miguel e Manuel Fernandes, diante do Atlético de Madrid, de Simão e a formação que afastou o Sporting na ronda anterior. A outra equipa alemã em prova, o Wolfsburgo joga a passagem com os ingleses do Fulham que derrotou categoricamente a Juventus (4-1 em Inglaterra, depois de ter perdido 3-1 em Turim).

A final está agendada para o estádio AOL Arena, em Hamburgo, a 12 de Maio.


Oitavos de final da Liga Europa

No mítico Estádio Velódrome, Alan Kardec assinou o seu primeiro golo com a camisola do Benfica, e o centésimo do clube da Luz esta época, quando jogava-se já o periodo de compensações e tudo indicava que a eliminatória iria seguir para prolongamento, após o 1-1 registado na primeira mão, em Lisboa. O golo do avançado brasileiro deu justiça ao resultado, num encontro em que o Benfica foi claramente superior ao Marselha. Sem fazer nada para o merecer, o Marselha colocou-se em vantagem aos 70 minutos, por Niang, mas Maxi Pereira igualou a eliminatória cinco minutos depois, com um remate de raiva a mais de 25 metros da baliza. Quando se esperava, então, que a partida seguisse para prolongamento, Alan Kardec, que tinha entrado aos 86 minutos para o lugar de Carlos Martins, garantiu o triunfo dos "encarnados", com um bom remate dentro da área, após livre de Aimar.


O Benfica chega aos 100 golos pela primeira vez desde 1992/93, mas nessa temporada os “encarnados” realizaram 50 jogos e agora somam menos nove e têm, no mínimo, mais 10 por disputar. Nos 41 encontros já disputados, o ataque do Benfica ficou em “branco” apenas em quatro ocasiões, a última no longínquo dia 28 de novembro de 2009 (0-0 com o Sporting, em Alvalade), seguindo, presentemente, num ciclo de 22 jogos sempre a marcar.

O recorde foi estabelecido logo ao quinto jogo, a 31 de agosto, com um 8-1 ao Vitória de Setúbal, na Luz, em encontro da terceira jornada da Liga, mas, no total, o conjunto de Jorge Jesus marcou pelo menos quatro tentos em 12 jogos. O paraguaio Óscar Cardozo, com 27 golos, é o melhor marcador da formação “encarnada”, seguido pelos argentinos Javier Saviola, único jogador que marcou em todas as competições, com 19, e Angel Di Maria, com oito. O médio Carlos Martins é o melhor marcador entre os jogadores portugueses, com seis tentos. Só na Liga portuguesa, o Benfica já conseguiu 60 golos, à média de 2,61 por encontro, somando ainda 26 na Liga Europa, oito na Taça da Liga e seis na Taça de Portugal.


Adeus do Sporting sem perder

O Sporting falhou o apuramento para os quartos, ao empatar 2-2 na receção ao Atlético de Madrid. Depois do empate a zero na capital espanhola, o “onze” de Carlos Carvalhal ficou em desvantagem na eliminatória logo aos três minutos, quando o argentino Sérgio “Kun” Aguero adiantou os comandados de Quique Flores. O Sporting ainda respondeu a este tento, por intermédio de Liedson, e voltou a ripostar ao “bis” do argentino, pelo brasileiro Anderson Polga mesmo em cima do intervalo, mas não conseguiu marcar na segunda parte, período em que teve algumas boas oportunidades para concretizar a reviravolta no marcador, e seguir rumo aos quartos-de-final da comepetição.

Com a eliminação, o Sporting fica, desta forma, afastado de todas as provas em que competiu na presente temporada, restando-lhe agora tentar segurar o quarto lugar que ostenta na liga portuguesa, mas nem isso lhe irá salvar a época, francamente muito má.

Francamente péssimo de se assistir, foram os confrontos entre adeptos do Atlético de Madrid e do Sporting que se apedrejaram junto ao estádio José Alvalade. Cerca de uma centena de elementos da claque Frente Atlético, um grupo "ultra" conhecido pelo seu caráter violento, chegou às imediações do estádio ao início da tarde, sem escolta policial, e depois de deixar os autocarros lançou pedras na direção do recinto "leonino" e de pessoas que ali circulavam. Na presença de alguns elementos da Policia de Segurnça Pública, os distúrbios provocaram a reação de adeptos do Sporting e iniciou-se uma troca de pedradas entre os seguidores dos dois clubes.

Sorteio dos Quartos de final da Liga Europa 2009/2010

* os meus palpites a vermelho

Fulham - Wolfsburgo
Hamburgo - Standard Liège
Valência - Atlético Madrid
Benfica - Liverpool

Sorteio das Meias-finais da Liga Europa 2009/2010

Hamburgo/Standard Liège - Fulham/Wolfsburgo
Valência/Atlético Madrid - Benfica/Liverpool

Vídeo

Marselha 1-2 Benfica
Niang
Maxi Pereira
Kardec


Sporting 2-2 Atlético de Madrid
Aguero
Liedson
Aguero
Polga


Restantes golos dos Oitavos de final da Liga Europa, neste Link

Fotos: AP

Página Inicial

1

Progonóstico: Quartos de final da Liga dos Campeões 2009/2010


Os oitavos-de-final da Liga dos Campeões 2009/2010 serviram para confirmar algumas teses e terminar alguns enigmas. Afirmações importantes ficaram por conta de Barcelona e Manchester United. A equipa catalã segue com possibilidades de repetir os êxitos. Na temporada passada, a equipa de Guardiola venceu o Campeonato Espanhol, a Taça do Rei, a Supertaça de Espanha, a Supertaça europeia, o Mundial de Clubes e, acima de tudo, a Liga dos Campeões.

Na actual temporada, a equipa segue firme rumo aos títulos mais importantes. Na Liga espanhola, divide a liderança com o Real Madrid. Na Champions, sempre que entra em campo mostra seu poder. A vitória por 4-0 sobre o Estugarda em Camp Nou só veio confirmar a tese de que a equipa de Pep Guardiola é a grande favorita para conquistar, mais uma vez, a competição mais importante de clubes do mundo.

O excelente momento de forma de Messi é mais um sinal de que vai ser difícil tirar a dobradinha aos blaugrana. A equipa mais temível para o Barça teóricamente será o Manchester United. A boa campanha dos Red Devils também se deve muito a um outro craque. Wayne Rooney é cada vez mais a estrela da equipa, e assumiu plenamente a responsabilidade de substituir Cristiano Ronaldo.

Por coincidência, também foi uma vitória por 4-0 em casa — mas contra o AC Milan — que elevou o ManUnited ao patamar de grande favorito ao lado do Barça. Podem ver o que foi dito no Aposta X, sobre o primeira semana dos oitavos-de-final, neste Link.

E, por ironia do destino, as duas equipas foram sorteadas em cruzamentos diferentes e só poderão enfrentar-se na final, o que seria uma repetição da temporada passada.

Mais uma tese confirmada é que o Lyon é o maior pesadelo do Real Madrid. Superstições à parte, o que realmente fica evidente é que não basta uma equipa de milhões para vencer títulos. Os merengues pecam muito mais na forma admnistrativa e de gestão de plantel, pela força de atingir resultados imediatos baseados em investimentos milionários. Transformando isso em números, foram seis treinadores nas últimas seis épocas. E muitas, muitas contratações galácticas. Nada adiantou nada, foram seis eliminações consecutivas nos oitavos de final.



Quem surpreendeu foi o Inter de José Mourinho. Talvez surpresa não seja a melhor palavra. Na realidade, os nerazzurri quebraram um estereótipo. Desde a temporada 2005/2006, que o campeão italiano não chegava aos quartos de final da Liga dos Campeões. Dominante no seu país, o Inter não conseguia impor-se na europa. Até por isso, muitos davam total favoritismo ao Chelsea.

Muitos, mas não José Mourinho, Sneijder, Eto’o e companhia. Com duas partidas irrepreensíveis, o Inter de Milão conseguiu duas vitórias e mais do que representar as suas cores nos "quartos", a equipa luta para não deixar a Itália perder uma vaga (ranking) para a Alemanha na Champions. E o sorteio foi agradável. A equipa italiana vai defrontar o CSKA de Moscovo, a equipa menos mediática em prova. A equipa russa, aliás, ao eliminar o Sevilha, confirmou mais uma tese: a de que as equipas espanholas são fortes em sofrer com as mais pequenas.

Entre afirmações e surpresas, a Liga dos Campeões prosegue nos dias 30 e 31 de março, quando terão início os 4ª/final. Quem confirmará o bom momento, e quem passará pelos favoritos, só saberemos nos dias 6 e 7 de abril. Para recordar, os desafios serão: Lyon vs Bordéus, clássico francês inédito entre equipas que nunca venceram a Champions, e Manchester United contra Bayern de Munique, duelo da gigantes e que disputaram a inesquecível final em 1999. Os vencedores desta "parelha" encontram-se na meia-final.

Na outra "parelha", Barcelona e Arsenal fazem uma repetição da final de 2006 e colocam frente a frente os clubes que têm o futebol mais bonito da Europa. Quem vencer enfrentará o Inter de Milão ou CSKA de Moscovo, no confronto mais desequilibrado, portanto o mais propício a surpresas, dos quartos de final da Liga dos Campeões 2009/2010.

Os Bookmakers em Inglaterra dão o Barcelona como favorito (3.25/por cada libra) seguido do Manchester United (4.50). A terceira preferência para campeão europeu é o Inter com (5.00).

Sorteio dos quartos de final da Liga dos Campeões 2009/2010

* os meus palpites a vermelho

Lyon – Bordéus
Bayern de Munique – Manchester United
Arsenal – Barcelona
Inter de Milão – CSKA de Moscovo

Sorteio dos das Meias-finais Liga dos Campeões 2009/2010

Bayern de Munique/Manchester United – Lyon/Bordéus
Inter de Milão/CSKA Moscovo - Arsenal/Barcelona

Vídeo

Chelsea 1-0 Inter de Milão
Eto´o


Golos dos oitavos-de-final


Fotos: AP

Página Inicial

0

Bwin lança rede de Poker em Itália

18 março, 2010


A Ongame Network Italy é gerida pela Gioco Digitale, um operador de poker italiano que a Bwin adquiriu em Setembro de 2009, e agrega a liquidez dos operadores BetPro.it, Bwin, Casino di Venezia, Fast Poker, Gioco Digitale, Gmatica e Sportingbet.it.

Esta fusão foi necessária devido à migração de todos os licenciados italianos para o Ongame Networks P5 Poker Engine.

O administrador da Ongame Network afirmou: “A adaptatibilidade do P5 Poker Engine com motor tanto de redes regionais como globais é demonstrado pela Ongame Network Italy e permite-nos continuar a trabalhar em estreita colaboração com as autoridades italianas enquanto nos preparamos para a ansiada introdução dos jogos a dinheiro.”

Este anúncio da Ongame Network Italy, que oferece torneiros Sit & Go, Agendados ou Multi-table, é feito um dia depois da Microgaming também ter anunciado que iria lançar uma rede italiana de poker sendo a Ladbrokes o primeiro cliente.

A rede Ongame colabora com 25 marcas em 25 países incluindo Betsson, Winamax e contratou o antigo CEO da Boss Poker, Peter Bertilsson em Janeiro como MD da Bwin Games para liderar o negócio B2B.

O detentor da licença da Ongame Network Italy é a Bwin SRL, a subsidiária da Bwin Interactive Entertainment AG.

Fonte: www.apostaganha.pt

Página Inicial

0

Benfica e Braga vencem antes do grande duelo na Luz

17 março, 2010


Faltam ainda sete finais aos dois principais candidatos ao título nacional, mas a vitória (1-0) do Benfica na Choupana, diante do Nacional, aproximou ainda mais a equipa de Jorge Jesus desse objectivo.

O cansaço da partida intensa com o Marselha, o orgulho ferido dos jogadores do Nacional (goleados na primeira volta 6-1), a picardia entre os treinadores de ambas as equipas, o valor intrínseco do adversário... tudo foi mandado para trás das costas. Até a desdita de um penálti falhado. Não espanta, por isso, a festança que Jorge Jesus fez quando Cardozo marcou o golo que garantiu os três pontos. É nestes momentos que uma equipa que luta por ser campeã não pode abanar e o treinador terá sentido isso. Se ganhar ao Braga na próxima jornada da Liga, o Benfica fica com o título na palma da mão.

As contas de Domingos Paciência são fáceis de fazer: tem de pontuar para manter o campeonato em brasa – um empate assegura vantagem bracarense em caso de igualdade final. Uma derrota deixa o Benfica com vantagem folgada (seis pontos) e um derradeira ‘urgência’: vencer o Sporting na Luz (26ª jornada) para poder chegar ao Estádio do Dragão (29ª) em condições de lá fazer a festa do título. Com Domingos Paciência,o Braga está a realizar a sua melhor campanha de sempre na Liga e tudo aponta para que venha a conseguir pelo menos um segundo lugar inédito e uma inédita qualificação para a terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões. Resta saber se Domingos se contenta com isso.

Arredado dessa luta está o FC Porto, que deu sinais de melhorias na visita a Coimbra (vitória por 1-2), mas que se mostra agora mais interessado em preparar a final da Taça da Liga e tentar conquistar a Taça de Portugal para salvar a época, visto que também foi afastado da Liga dos Campeões.


Na luta europeia, o Sporting deu um importante e decisivo passo para assegurar o quarto lugar, ao vencer (3-1) o Vitória de Guimarães, em Alvalade. Neste jogo, a equipa consegui também mostrar um nível exibicional de acordo com os seus pergaminhos, a exemplo do que sucedera já frente ao FC Porto e Belenenses.

Tratou-se do terceiro triunfo consecutivo dos “leões” no campeonato, campanha positiva que também engloba o expressivo (3-0) triunfo sobre o Everton e a igualdade (0-0) obtida em Madrid, frente ao Atlético, estes dois últimos jogos relativos à Liga Europa.

O objectivo Europa é extensivo a mais seis equipas, mas nesse sentido a Naval 1.º de Maio deu um importante passo em frente, depois de ter ganho um adversário directo, a União de Leiria, ficando a apenas um ponto do sexto classificado (Leiria) e a quatro do quinto (Guimarães). Com a derrota no reduto do Braga, o Rio Ave atrasou-se (desceu à 10.ª posição), mas não perdeu ainda o comboio, onde seguem também Nacional, Marítimo e Paços de Ferreira.

No fundo da tabela, o Belenenses surpreendeu ao vencer no reduto do Olhanense. A equipa de Belém manteve a "lanterna-vermelha" mas ficou agora a um escasso ponto do Leixões que perdeu em casa com o Vitória de Setúbal que alcançou a equipa de Olhão na 13.ª posição.

Resultados da 23ª jornada da Liga Portuguesa 2009/2010

Nacional - Benfica, 0-1 (Cardozo 64')
Sp. Braga - Rio Ave, 1-0 (Andrés Madrid 16')
Académica - FC Porto, 1-2 (Sougou 33' gp; Bruno Alves 36', Rodríguez 87')
Paços de Ferreira - Marítimo, 1-0 (Bruno de Paula 52')
Sporting - Vitória Guimarães, 3-1 (Grimi 7', Liedson 9', Saleiro 20'; Valdomiro 67')
Leixões - Vitória Setúbal, 1-2 (João Paulo 25'; Sandro 41' e Keita 79')
Olhanense - Belenenses, 1-3 (Castro 41'; Lima 21' e 61' e Barge 84')
Naval - União Leiria, 1-0 (Diego ângelo 56' )

Vídeo

Nacional 0-1 Benfica
Cardozo 64´




Vídeos com os restantes jogos da Liga Portuguesa neste Link

Foto: AP

Página Inicial

0

Manchester United, Chelsea e Arsenal lutam pelo título


O melhor campeonato do mundo de futebol (Liga Inglesa) está ao rubro, com três equipas a discutir palmo a palmo o título. O Manchester United bi-campeão, Chelsea e Arsenal apostam tudo nesta ponta final que se prevê cheia de emoções.

Em Old Trafford, ninguém pára Rooney na sua ânsia por marcar, fê-lo em duas ocasiões - o primeiro após passe de Nani - no triunfo sobre o Fulham, por 3-0, permitindo ao Manchester United recuperar a liderança com uma vantagem de dois pontos sobre o Chelsea, que tem ainda um jogo em atraso por realizar.

O bis permitiu ao camisola 10 dos red devils atingir o registo de 32 golos esta época, superando a meta dos 30 estabelecida por Alex Ferguson no início da temporada. E quando faltam ainda oito jogos para o fim da Premier League, além de pelo menos dois na Champions - o ManUnited está nos quartos-de-final - Rooney está cada vez mais próximo de atingir os 42 marcados por Cristiano Ronaldo em 2007/08, que constituiu um recorde.


Em Stamford Bridge, O Chelsea goleou o West Ham, por 4-1. Foi um verdadeiro festival dos blues, aquilo que se viu, e conduzido por dois artistas principais: Drogba e Malouda. Enquanto o marfinense voltou a ser letal, o francês deu um verdadeiro recital, com um golo e várias assistências, das quais duas resultaram em golo, num encontro em que Paulo Ferreira cumpriu os 90 minutos, actuando como lateral-esquerdo.

O Arsenal venceu com no terreno do Hull, por 1-2 colando-se assim na rota do primeiro lugar do campeonato. o dinamarquês Bendtner voltou a ser o herói dos gunners: depois do hat trick apontado ao FC Porto, para a Liga dos Campeões, o avançado marcou, aos 92', o golo do triunfo dos gunners.

Na luta pelo quarto e derradeiro posto de acesso à principal competição europeia de clubes, o Tottenham tem seis pontos de vantagem sobre o Manchester City graças ao triunfo de 3-1 ante o Blackburn. Pavlyuchenko continuou a veia goleadora ao apontar dois golos, que elevaram a sua marca para oito assinados nos últimos seis encontros dos "spurs". O Liverpool regressou aos triunfos frente ao Portsmouth por 4-0 e segue no quinto lugar. O Aston Villa, no sétimo lugar, perdeu terreno nesta luta após o nulo no reduto do Stoke City e está agora seis pontos atrás do Tottenham, embora tenha dois jogos a menos do que os londrinos. As duas formações imediatamente atrás do Villa, Birmingham e Everton, empataram (2-2) em St Andrews.

Na parte baixa da tabela, o Wolverhampton averbou um importante triunfo na deslocação ao campo do Burnley, por 1-2, desfecho que o fez ficar três pontos acima da zona de despromoção. Depois de ter ganho ao Liverpool na última jornada, o Wigan desceu à terra e foi goleado pelo Bolton por 4-0.

Resultados da 30ª Jornada da Liga Inglesa

Chelsea - West Ham, 4-1 (Alex 16', Drogba 56' e 90' e Malouda 77'; Parker 30')
Manchester United - Fulham, 3-0 (Rooney 46' e 83', Berbatov 89')
Hull - Arsenal, 1-2 (Bullard 28' ; Arshavin 14', Bendtner 93')
Liverpool - Portsmouth, 4-1 (Torres 25' e 77', Babel 28', Aquilani 32'; Belhadj 88')
Sunderland - Manchester City, 1-1 (Jones 9'; Johnson 91')
Tottenham - Blackburn, 3-1 (Defoe 46' e Pavlyuchenko 55' e 85'; Samba 80')
Burnley - Wolverhampton, 1-2 (Thompson 73'; Jarvis 26' e Carlisle 47')
Stoke - Aston Villa, 0-0
Birmingham - Everton, 2-2 (Jerome 26' e Gardner 52'; Anichebe 19' e Yakubu 22')
Bolton - Wigan, 4-0 (Elmander 10', Davies 48', Muamba 53' e Taylor 69')


Fotos: AP

Página Inicial

Ler Mais
0

Jenny Williams - Chefe executiva da comissão de Jogo (Reino Unido)


Como alguns devem saber, o Reino Unido é das regiões na europa onde o jogo está regulamentado e obedece às mais elementares leis estaduais. A par de alguns países asiáticos, o Reino Unido alberga algumas das maiores casas de apostas do mundo.

Nesse sentido, o jornal inglês "The Guardian" publica esta quarta-feira uma entrevista com Jenny Williams (na foto) - Chefe executiva da comissão de Jogo para o Reino Unido sobre o trabalho feito nestes últimos cinco anos e o que falta fazer para melhorar o sistema.

Ligações Externas

Entrevista de Jenny Williams (chief executive of the Gambling Commission) - Parte 1 (Link)

Entrevista de Jenny Williams - (chief executive of the Gambling Commission) - Parte 2 (Link)

Foto: The Guardian

Página Inicial

0

Barcelona e Real Madrid dominam Liga Espanhola


Definitivamente está difícil a vida para os outsiders, Valencia, Sevilha ou mesmo Atlético de Madrid acompanharem o ritmo dos colossos Barça e Real. Nos últimos anos tem sido um total demostração de força e poderio financeiro a distanciar as duas equipas das restantes. Só na corrente época, já são 19 pontos a distanciar os líderes exequo do terceiro classificado Valência!

Nesta jornada, esperava-se perceber como reagiria o Real Madrid, após a dolorosa humilhação da Liga dos Campeões frente ao Lyon e a resposta foi positiva com um triunfo em Valladolid, por expressivos 1-4. Tudo começou quando Cristiano Ronaldo aplicou o temível "tomahawk CR9" - o golaço de livre abriu o jogo e passadeira para o hat-trick do argentino Higuain - que segundo as crónicas após o desaire da Champions andou num bate boca com Cristiano.

Ronaldo, voltou a marcar e em 17 partidas disputadas na liga espanhola conta já com 15 golos marcados. Ao serviço dos merengues, o craque luso conseguiu igualar um dos feitos que tinha conquistado na Premier League, quando representava o Manchester United: marcar em cinco partidas consecutivas. Caso facture no próximo fim-de-semana, no jogo contra o Sporting Gijón, Ronaldo bate a sua marca e passa a ter seis jogos consecutivos a marcar. Olhando para os números gerais da época 2009/10, Cristiano Ronaldo soma já um total de 22 golos nas várias competições. Sete deles foram apontados na Liga dos Campeões, prova em que, o português continua a ser o melhor marcador. Na actual temporada, o avançado luso vai procurar bater uma outra marca pessoal conquistada ao serviço dos red devils: 42 golos.



Já o Barcelona, tinha o jogo da jornada frente ao Valencia e depois de um nulo e pouco futebol ao intervalo, valeu o génio de Messi e três golos do melhor do mundo. O jornal a Marca foi claro em descrever o 10 bluagrana - "Os grandes jogadores são aqueles que aparecem quando sua equipa precisa mais deles, os que fazem a diferença diante dos adversários de categoria, os que carregam a equipa às costas quando estes estão a sofrer ou os que conseguem perfurar a defesa adversária com uma autêntica genialidade. Tudo isso tem Messi e o demonstrou-o contra o Valencia no Camp Nou”.

O Sevilha conquistou um ponto na luta pelo quarto lugar, o último que dá acesso à Champions, ao empatar a um golo na Andaluzia frente ao Deportivo. O Maiorca mantém-se uma posição atrás da equipa de Manuel Jiménez, mas viu as esperanças de se qualificar para a Europa seriamente afectadas ao perder por 3-0 no reduto do Getafe. Já o Atlético de Madrid viu-se e desejou-se para bater o Ossasuna, por 1-0. Curiosidade para Camacho e Quique Flores ex-treinadores do Benfica estarem nos bancos das respectivas equipas.

De resto, Tenerife amainou as preocupações relativas à possível descida de divisão ao golear o Espanyol por 4-1, enquanto o Saragoça, com o médio Eliseu a titular, empatou a zero na deslocação ao reduto do Racing Santander, o Málaga (sem o castigado Duda) perdeu por 1-0 no reduto do Almería e o Villarreal bateu o Xerez, cada vez mais último da tabela, por 2-0.

Resultados da 26ª Jornada da Liga Espanhola 2009/2010

Valladolid - Real Madrid, 1-4 (Albiol 58' p.b.; Cristiano Ronaldo 28', Higuaín 45', 52' e 65')
Barcelona - Valencia, 3-0 (Messi 56', 81', 82')
Atlético Madrid - Osasuna, 1-0 (Jurado 79)
Almería - Málaga, 1-0 (Soriano 56')
Racing Santander - Saragoça, 0-0
Tenerife - Espanyol, 4-1 (Richi 20', Nino 49' e 90', Alfaro 82'; Verdú 70')
Villarreal - Xerez, 2-0 (Llorente 32', Escudero 90')
Sevilha - Deportivo, 1-1 (Fazio 21'; Adrian 24')
Sp. Gijón - Athletic Bilbao, 0-0
Getafe - Maiorca, 3-0 (Parejo 32', Miku 80', Manu del Moral 85')

Vídeo

Golos da 26ª jornada da Liga Espanhola


Fotos: AP

Página Inicial

Ler Mais
0

Casino Estoril Poker Open 2010 - Terceira etapa

16 março, 2010


A terceira etapa do Casino Estoril Poker Open 2010 decorre já amanhã (17/03/2010) no Du Arte Lounge. Os vencedores terão entrada directa no Main Event, de 17 a 19 de Dezembro. A participação é limitada a 140 pessoas, mas haverá mesas de Sit&Go para os que se consigam inscrever. As inscrições decorrem no Balcão Clube In do Casino Estoril.



O preço das inscrições (buy-in) é de 100 euros + 10 euros, havendo acesso a um rebuy ou um add-on.

Os eventos de que se compõe o Torneio realizam-se na modalidade de Texas Hold’em, no limit.

Regulamento do Casino Estoril Poker Open 2010

Ranking actual do Casino Estoril Poker Open 2010

Fotos: AP

Página Inicial

Ler Mais
1

Luta pelo Scudetto entre rivais de Milão


A Liga Italiana voltou a reunir motivos de interesse pela aproximação do AC Milan ao seu rival. Pessoalmente, tenho dificuldades em gostar do futebol praticado em Itália, passe para muitos seja o futebol mais trabalhado tácticamente no mundo. O Milan vence sempre no sofrimento, raramente consegue resultados volumosos e o Inter segue a mesma regra.

O que parecia um passeio da equipa de Mourinho para mais um scudetto, em poucas semanas transformou-se o cenário com os rossoneri a ficar a apenas 1 pontos do Inter. Além destes, a Roma também espreita uma oportunidade, embora neste fim de semana não tenha aproveitado a 100% a derrota da internazionale na Sicília.



Três meses depois da última derrota, frente à Juventus, o Inter de Milão voltou a perder. Foi no sul, diante do brioso Catânia, que os líderes da Serie A se falharam em todos os capitulos perdendo por 3-1 uma partida que parecia controlada. A cumprir o terceiro e último jogo de castigo, Mourinho assistia embasbacado das tribunas e pior ficou com o 3-1, já perto do fim, por Martínez, um brincalhão que sentou Lúcio e Júlio César na jogada. O Inter acusou a falta do timoneiro e afunda-se numa crise sem precedentes desde que o treinador português foi contratado: ganhou apenas um dos últimos seis jogos do campeonato.

No Giuseppe Meazza, o Milan sofreu bastante para bater o Chievo, mas valeu o tempo empregue só para assistir ao golaço de Seedorf já nos descontos. Apesar do domínio e das oportunidades criadas, só o holandês fez vibrar as bancadas. De negativo, a lesão de Beckham momentos antes: o médio inglês apoiou mal o pé e sofreu uma rotura do tendão de Aquiles. A paragem será longa, e o sonho de jogar o quarto Mundial acabou.

Entretanto, a Roma esteve por duas vezes em vantagem, antes de empatar 3-3 frente ao Livorno, pelo qual Cristiano Lucarelli conseguiu um "hat-trick", e está agora a seis pontos do Inter.

Já a Juventus segue o seu calvário, de uma vitória certa por 3-0 frente ao Siena, resultado construido no primeiro tempo, seguiu-se uma 2ª parte impensável sofrendo três golos e perdendo 2 pontos. De positivo, Del Piero bisou e atingiu o golo 300 na carreira.

Depois de ter sido eliminada da Liga dos Campeões, a meio da semana, a Fiorentina tornou-se na primeira equipa da Serie A a vencer esta época em casa do Nápoles, ao dar a volta ao resultado e ganhar por 1-3, com dois tentos de Gilardino.

Resultados da 28ª jornada da Liga Italiana 2009/2010

Milan - Chievo, 1-0 (Seedorf 91')
Lazio - Bari, 0-2 (Almiron 51', Álvarez 64')
Bolonha - Sampdoria, 1-1 (Raggi 92'; Gastadello 87')
Génova - Cagliari, 5-3 (Zapater 36, Palacio 40', Sculli 43', Marco Rossi 45', Milanetto 59'; Dessena 17', Conti 41', Matri 55')
Livorno - AS Roma, 3-3 (Lucarelli 9', 26' e 71'; Perrotta 10', Luca Toni 19', David Pizarro 28')
Juventus - Siena, 3-3 (Del Piero 2' e 7', Candreva 10'; Maccarone 16', Ghezzal 46' e 74')
Udinese - Palermo, 3-2 (Floro Flores 44' e 65', Asamoah 71'; Fábio Simplício 51', Cavani 80')
Nápoles - Fiorentina, 1-3 (Lavezzi 48'; Gilardino 60' e 87', Jovetic 95')
Catania - Inter, 3-1 (Maxi López 74', Mascara 81', Martínez 90'; Milito 54')
Parma - Atalanta, 1-0 (Bojinov 72')

Vídeo

Golos da 28ª Jornada da Liga Italiana


Fotos: AP

Página Inicial

Ler Mais
2

Porto humilhado na Champions (5-0 com Arsenal). Real Madrid e Milan eliminados

11 março, 2010


O afastamento estrondonso/humilhante do FC Porto, Real Madrid e AC Milan foram os destaques negativos, para já, dos oitavos de final da Liga dos Campeões 2009/2010. O campeão português com os 5-0 sofridos no Emirates Stadium (foto), igualou as piores derrotas de sempre em competições europeias. O resultado acontecido em Londres é igual ao desaire do Porto no campo do PSV Eindhoven, no ano de 1988/89, na primeira mão da segunda eliminatória da Taça dos Clubes Campeões Europeus. O Porto também havia sofrido idêntica goleada em 1978/79, quando perdeu, por 6-1, na Grécia, frente ao AEK Atenas, também na antiga Taça dos Clubes Campeões Europeus.

De nada valeu a vantagem de 2-1 trazida do Dragão. O dinamarquês Bendtner (10´, 25´ e 91´, de penalti), o francês Nasri (63) e o marfinense Eboué (66) materializaram a humilhação, dias depois dos portistas passarem a encarar a conquista da Liga portuguesa como uma miragem.

Fucile, em noite para esquecer, esteve em quatro dos golos de um Arsenal que foi superior em todos os capítulos do jogo: até quando o FC Porto, já a perder 2-0, finalmente ameaçava chegar ao golo, a qualidade individual dos "gunners" resolveu a questão de forma contundente. Numa equipa que sentiu imensas dificuldades para articular o seu futebol, o guarda-redes Helton, com muito trabalho, foi mesmo o melhor entre os portistas e evitou um pesadelo ainda maior. Mesmo desfalcado de alguns futebolistas importantes - com destaque para o médio espanhol Cesc Fábregas - o Arsenal impôs-se com uma velocidade de jogo e qualidade de passe invejáveis, difíceis de travar pelos baralhados defesas azuis e brancos.

Jesualdo Ferreira surpreendeu com o central Nuno André Coelho (que ainda não se estreou na Liga portuguesa) a “trinco”, tentando conferir maior poder defensivo no ar e na zona central, mas, mas a opção revelou-se falhada e foi precisamente por aí que o Arsenal inaugurou o marcador. Nasri lançou Arshavin, a dupla Fucile-Helton chocou na tentativa de corte no chão e a bola sobrou para Bendtner, que só teve de empurrar para a baliza deserta (1-0).

Meio perdido, o Porto não conseguia transições ofensivas rápidas, mas foi reagindo e chegava com a bola controlada perto da área adversária. No entanto, aí revelou-se completamente incapaz de criar perigo. Aos 25 minutos, Arshavin agradeceu o erro grosseiro de Fucile (passe sem nexo), desenvencilhou-se de quatro adversários, entrou na área e cruzou para Bendtner, que estava sozinho à espera que Helton não chegasse ao corte, fazendo um golo ainda mais fácil do que o primeiro (2-0). Com uma equipa irreconhecível a protegê-lo, Helton foi mantendo viva a esperança do apuramento até ao intervalo.


Com Rodriguez em campo (saiu Nuno André Coelho e Raul Meireles recuou para “trinco”) os azuis e brancos regressaram ao jogo com outra capacidade e determinação, e começaram a criar perigo do lado esquerdo, destacando-se uma finalização de Falcao, que só pecou por sair à figura de Almunia. Aos 61, na sequência de canto, Nasri, em cima da linha, negou o golo a Rodriguez. O francês foi decisivo, pois, dois minutos depois, "sentou" Álvaro Pereira, Raul Meireles e Rodriguez e fez o terceiro golo, num momento de inspiração que vergou definitivamente o FC Porto que, aos 66, viu Eboué marcar em contra-ataque (foto), com o resultado já em formato de goleada. Já nos descontos, Bendtner, de grande penalidade, cometida por Fucile, fez o 5-0 final. Jesualdo que se cuide!

Real Madrid de Cristiano Ronaldo em choque!


Enorme decepção no Estádio Santiago Bernabéu, em Madrid, palco da final da presente edição da Liga dos Campeões, que viu o seu Real Madrid ser afastado da competição, ainda em plenos oitavos-de-final, situação que ocorreu pela sexta vez consecutiva. A equipa madrilena entrou na partida com a missão de anular a derrota tangencial (1-0) com que trouxera da primeira mão, em Lyon, e esse desiderato parecia perfeitamente ao alcance de Cristiano Ronaldo e companhia. Essa tendência ficou ainda mais vincada, logo aos seis minutos, quando o portuguêss inaugurou o marcador, na sequência, natural, de uma entrada muito forte na partida, dele e da sua equipa, que colocou os franceses em sentido. De resto, Higuain teve nos pés, ainda na primeira parte, o 2-0, quando após ultrapassar o guarda-redes contrário, e com a baliza desguarnecida, rematou ao poste.

A segunda metade foi distinta. A equipa gaulesa reagiu, ameçou chegar ao empate e acabou mesmo por o conseguir, por via de um golo de Pjanic, aos 75'. Estava concretizada a inesperada qualificação do Lyon, perante o desespero de jogadores e adeptos. E, muito perto do final, Lisandro Lopez desperdiçou mesmo uma magnífica ocasião para fazer o 1-2.


O Real Madrid com um projecto para vencer, volta novamente a falhar e a imprensa pede já novo treinador e novos jogadores!

Manchester United afunda Milan


Sem espinhas, o Manchester United provou a sua superioridade sobre o AC Milan - os 4-0 finais não deixam margem para discussão - e novamente com Rooney a assumir o papel principal. Só à sua conta os milaneses encaixaram quatro do total de golos sofridos com os campeões ingleses! Para Beckham foi um regresso a Old Traford com duplas sensações - a homenagem prestada pelos seus adeptos e a saída humilhante da sua equipa.

Bayern matreiro rouba sonho Viola


A Fiorentina também ficou pelo caminho, enquanto o Bayern de Munique segue em frente. Em Florença, a equipa italiana venceu os alemães, por 3-2, mas falhou o apuramento para a próxima fase da competição uma vez que os bávaros haviam vencido o primeiro encontro por 2-1. Ao intervalo, os italianos venciam por 1-0 com um golo de Vargas. Jovetic dilatou a vantagem já no segundo tempo e tudo parecia correr de feição aos transalpinos. E foi já depois de Van Bommel ter igualado a eliminatória, o jovem avançado montenegrino «bisou» e voltou a colocar a equipa de Cesare Prandelli nos quartos-de-final. Foi então que apareceu Robben a colocar os germânicos na fase seguinte da prova com um remate de belo efeito sem hipóteses de defesa para Frey. A eliminatória terminou empatada 4-4, mas o Bayern beneficia do número de golos marcados fora.

As restantes quatro decisões destes oitavos-de-final da “champions” serão apenas conhecidas na próxima semana, com a realização, terça feira, do Chelsea – Inter de Milão (1-2) e Sevilha – CSKA Moscovo (1-1), completando-se no dia seguinte, com os jogos Barcelona – Estugarda (1-1) e Bordéus – Olympiacos (1-0).


Entretanto a UEFA mostrou a bola que será utilizada na final da Liga dos Campeões 2009/2010, que será disputada no Estádio Santiago Bernabéu. A bola tem nome e é chamada de "Finale Madrid". A decisão será disputada no dia 22 de maio.

Vídeo

Arsenal 5-0 FC Porto
Bendtner 10', 25', 91'
Nasri 63'
Eboué 66'




Fotos: AP

Página Inicial

 

Aposta X - Futebol e Apostas Online