Liga dos Campeões 2012-2013 pode render entre 8,6 e 37,4 milhões de euros

17 julho, 2012


Estão definidos os sistemas de distribuição de receitas para a temporada 2012/2013 da Liga dos Campeões. As receitas comerciais da Champions League e SuperTaça Europeia estimam-se em 1,34 mil milhões de euros.

Dessas receitas em bruto estimadas, 55 milhões de euros serão alocados em exclusivo à ronda do "play-off", como aconteceu no ciclo 2009-2012: cada um dos 20 clubes participantes no "play-off" receberá uma verba fixa de 2,1 milhões de euros.

Além do mais, será feita uma contribuição de 40 milhões de euros das verbas da Liga dos Campeões para a Liga Europa. Adicionalmente, três milhões provenientes da fatia dos clubes serão alocadas para subsidiar as verbas de solidariedade pagas aos clubes eliminados nas fases de apuramento da Liga dos Campeões e da Liga Europa de 2012/13.

Cerca de 75 por cento das receitas totais dos direitos de media e contratos comerciais concluídos pela UEFA, até a um máximo de 530 milhões, irá para os clubes, enquanto os restantes 25 por cento serão reservados para a UEFA e continuarão na posse da UEFA para cobrir custos administrativos e organizacionais e para pagamentos de solidariedade a federações, clubes e Ligas.

Um total de 82 por cento de quaisquer receitas resultantes do mesmo fluxo, para além dos 530 milhões de euros, será entregue aos clubes, ficando os restantes 18 por cento reservados para o futebol europeu e permanecendo na posse da UEFA para os propósitos acima listados.

O valor líquido disponível para as equipas participantes será dividido - 500,7 milhões de euros em pagamentos fixos e 409,6 milhões de montantes variáveis (valor de mercado), que serão distribuídos de acordo com o valor proporcional de cada mercado televisivo representado pelos clubes participantes na Liga dos Campeões (a partir da fase de grupos), e que serão divididos entre essas equipas a competir por dada federação.

Os 32 clubes participantes na fase de grupos da Liga dos Campeões de 2012/2013 podem antecipar um mínimo de 8,6 milhões de euros - e a equipa que vencer a prova máxima de clubes europeus poderá receber 37,4 milhões de euros, sem contar com a sua parcela do valor de mercado. O bónus por rendimento levará ao pagamento de um milhão de euros por vitória e 500 mil por empate na fase de grupos.

As equipas que participarem nos oitavos-de-final receberão 3,5 milhões de euros, enquanto as presentes nos quartos-de-final receberão 3,9 milhões e os semifinalistas 4,9 milhões cada. O vencedor da Champions League receberá 10,5 milhões de euros e o outro finalista 6,5 milhões de euros. Entretanto, o vencedor da SuperTaça Europeia ganhará três milhões de euros e o finalista vencido receberá 2,2 milhões de euros.

Ao abrigo do sistema de solidariedade, todos os campeões nacionais que não consigam chegar à fase de grupos da Liga dos Campeões receberão 200 mil euros. Adicionalmente, cada clube que participe na primeira pré-eliminatória de apuramento da Liga dos Campeões receberá 140 mil euros, desde que não se apure para a fase de grupos da Liga dos Campeões.

Da mesma forma, todas as equipas que participem na segunda pré-eliminatória da Liga dos Campeões receberão 140 mil euros, desde que não se apurem para a fase de grupos da Liga dos Campeões, enquanto cada equipa eliminada na terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões também terá direito a 140 mil euros.

Fonte: UEFA

Redes Sociais

Acompanhe o Aposta X no Twitter
Conheça a página do Aposta X no Facebook

Página Inicial

0 comentários:

Enviar um comentário

Home - Aposta X

 

Aposta X - Futebol e Apostas Online