Regresso da Liga Inglesa 2013-204 com Mourinho e AVB

29 julho, 2013


A Premier League 2013/2014, promete mais ainda o olhar atento dos portugueses sobre dois dos mais conceituados treinadores nacionais. A Inglaterra anda animada pelo regresso do Special One ao Chelsea, o que irá permitir o primeiro embate contra André Villas-Boas, um dos seus antigos adjuntos, que continua à frente do Tottenham. No campo das transferências, o Tottenham já levou uma valente bicada do Chelsea ao perder a contratação do brasileiro Willian do Anzhi Makhachkala quando este inclusive já tinha feito testes médicos em White Hart Lane.

O regresso do campeonato inglês marca o regresso de José Mourinho à Premier League e aos blues. Um regresso, diga-se, muito aguardado do Special One. Mas se José Mourinho, por si só, é motivo de interesse em qualquer liga e não deixa ninguém indiferente, este ano há ainda o aliciante extra de reecontrar André Villas-Boas. O treinador do Tottenham trabalhou com o compatriota no FC Porto, Chelsea e Inter, mas desde que iniciou carreira a solo ainda não enfrentou um dos seus mestres. Em Portugal, tal como Mourinho, Villas-Boas ganhou o campeonato, Taça a e Liga Europa na mesma época no Porto.

Contudo, sendo certo que os dérbis londrinos entre as duas equipas treinadas pelos portugueses prometem muito sal e pimenta, a verdade é que Mourinho e Villas-Boas partem para a época com expectativas diferentes. No Chelsea, pede-se a José Mourinho a vitória no campeonato, prova que o português já ganhou em 2004/2005 e 2005/2006. No Tottenham, não obstante a chegada de vários reforços, a ambição é um pouco mais modesta e a meta é a qualificação para a Champions League.

Criada na época 1992/1993 para lançar o futebol inglês rumo à modernidade, a Premier League teve em Alex Ferguson a sua figura de proa durante os últimos 21 anos. Vencedor de 13 títulos durante esse período de tempo, o ex-técnico do Manchester United decidiu retirar-se no final da época passada e a sua saída apimentou ainda mais uma temporada que já se esperava escaldante devido ao regresso de Mourinho ao Chelsea. Contratado para o lugar do veterano técnico, o também escocês David Moyes parece estar com dificuldades para colocar o Manchester United nos níveis de outrora e as exibições menos conseguidas na pré-época galvanizaram um restrito lote de candidatos ao título liderado por Chelsea e Manchester City.

Munido da base que venceu o Mundial de Clubes, a Liga Europa e que ficou em terceiro na Premier League, o Chelsea do agora “Happy One” ainda recebeu Willian, Schurrle, Van Ginkel, Lukaku e De Bruyne (os dois últimos regressaram de empréstimo) para tomar de assalto um troféu que escapa aos blues desde 2009/2010. Já o Manchester City gastou 111 milhões e contratou Manuel Pellegrini para impor um estilo mais ofensivo e atraente que permita recuperar o título de campeão perdido para o rival de Manchester. A aparente fragilidade do United também abriu espaço de manobra ao Arsenal que, porém, ainda não conseguiu seduzir nenhum reforço de peso (Suárez e Rooney são os desejados) que possa fazer a diferença para os mais diretos rivais na luta pelo título. Tottenham e Liverpool prometem lutar por um lugar na Champions, mas ainda não parecem capazes de lutar pelo título.

O milionário Manchester City manteve a política de investimento das últimas épocas. Em contraste com a timidez do rival Manchester United no mercado, os citizens abriram os cordões à bolsa e gastaram 111 milhões de euros na aquisição de quatro presentes de luxo para Manuel Pellegrini: Fernandinho, Jovetic, Negredo e Jesús Navas. Para além deste quarteto, o top das dez maiores transferências da Liga Inglesa também alberga dois jogadores que vão ser comandados por André Villas-Boas no Tottenham: Roberto Soldado e Paulinho. Mais comedido do que em anos anteriores, o Chelsea “só” tem na lista Schurrle, internacional alemão contratado ao Byer Leverkusen por 22 milhões de euros.

Principais transferências da Liga Inglesa 2013/2014

Fernandinho - Skakhtar Donetsk - Manchester City - 40 milhões de euros
Willian - Anzhi Makhachkala - Chelsea - 34,8 milhões de euros
Roberto Soldado - Valência - Tottenham - 30 milhões de euros
Jovetic - Fiorentina - Manchester City - 26 milhões de euros
Negredo - Sevilha - Manchester City - 25 milhões de euros
Schurrle - Bayer Leverkusen - Chelsea - 22 milhões de euros
Navas - Sevilha - Manchester City - 20 milhões de euros
Paulinho - Corinthians - Tottenham - 19,8 milhões de euros
Carroll - Liverpool - West Ham - 17,5 milhões de euros
Wanyama - Celtic - Southampton - 14,5 milhões de euros
Wilfried Bony - Vitesse - Swansea - 14 milhões de euros

Redes Sociais

Acompanhe o Aposta X no Twitter
Conheça a página do Aposta X no Facebook

Página Inicial




1 comentários:

Blogger disse...

Are you looking for free YouTube Subscribers?
Did you know that you can get these AUTOMATICALLY AND TOTALLY FREE by getting an account on Like 4 Like?

Enviar um comentário

Home - Aposta X

 

Aposta X - Futebol e Apostas Online