3 Gigantes do Poker Online enfrentam justiça nos Estados Unidos. Escândalo foi apelidado de Sexta-Feira negra!

15 abril, 2011


Um escândalo sem precedentes, rebentou esta sexta-feira (15 de Abril), nos Estados Unidos da América, depois de uma acusação por parte do DOJ ( Departamento de Justiça Norte-Americano) acusando onze altos responsáveis da Pokerstars, Full Tilt, e Absolute Poker de lavagem de dinheiro, fraude bancária e de violação da lei UIEGA (A lei UIGEA (Unlawful Internet Gambling Enforcement Act), adoptada em 2006 pela administração Bush, proíbe as transacções financeiras entre os sites de póquer on-line e os bancos americanos. Esta tem como objectivo pôr termo ao póquer online nos EUA.).

Foram ainda emitidas providências cautelares contra 5 domínios e 75 contas bancárias e outras 13 fora dos Estados Unidos.

Estas acusações são muito graves, tendo em consideração que é um mercado que conta com mais de 15 milhões de apostadores apenas nos Estados Unidos, movimentando milhares de dólares no mundo inteiro. O poker online acaba por sair bastante afectado na sua imagem e credibilidade, porque falamos de três empresas de referência deste sector, e numa altura em que vários estados planeiam regular a actividade no país.

A PokerStars, Full Tilt Poker e a Absolute Poker ficaram desde logo impedidas de operar nos E.U.A., e não se prevê que estas empresas prestem serviço em território americano pelo menos até que esta situação seja regularizada. Pior ficaram os jogadores, que com o fecho dos sites, entraram em pânico em virtude de muitos terem o dinheiro nas ditas casas.

Esta sexta-feira, já apelidada de sexta-feira negra, gerou os maiores receios entre a comunidade americana de poker online. Agora que o DOJ acusou formalmente os donos das empresas e os responsáveis pelos pagamentos americanos e emitiu mandatos de captura com FBI e Interpol envolvidos, fica um cenário de dúvida a pairar no ar. O que se sabe é que o cerco é grande e que o DOJ reclama uma indemnização de 3 biliões de dólares.


Os jogadores americanos têm várias razões para estarem preocupados, não só estão impossibilitados de jogar como têm os seus fundos retidos e sem que os possam tirar, pelo menos para já. Quanto aos Europeus, não têm razões para desesperar para já. Ainda existe um volume de jogadores muito significativo nestas casas e os fundos deverão estar seguros.

Obviamente que estas casas têm a grande maioria dos seus fundos na Europa. Para além disso, são empresas de Biliões. Para se ter uma ideia, a última estimativa em 2007, apontava para lucros diários na ordem dos 4 milhões só na Pokerstars.

Um acordo talvez fosse o melhor cenário para a resolução desta embrulhada. De qualquer forma, mesmo que não seja possível, muitos processos vão correr nos tribunais e até haver decisões finais, as casas vão querer operar normalmente

As acusações sobre a Unlawful Internet Gambling Enforcement Act e de jogo ilegal estão como que na penumbra pois existe, de certa forma, um vazio legal naquilo que diz respeito ao poker online. A acusação de lavagem de dinheiro reside também na legalidade, ou não, do poker online. A mais séria das acusações é a de fraude bancária. A acusação diz que o sites enganaram os bancos dizendo que as transacções em causa não estavam relacionadas com jogo.

As acusações agora feitas vão certamente atrasar o trabalho feito já há alguns anos no sentido de regular e licenciar o jogo online nos Estados Unidos, ao contrário do que seria de esperar o caminho tomado foi precisamente o oposto do que era desejado.

Para os acérrimos seguidores destas três empresas de poker online, os jogadores europeus deixarão de colocar no final do endereço ".com". Agora alteração do domínio passa para ".eu" ou ".co.uk".

De referir, que algumas cadeias televisivas, nomeadamente a FOX, deixou de emitir o "The Big Game" e o "Million Dollar Challenge", programas de poker com grandes audiências. Já a ESPN, retirou todos os anúncios do ar relacionados com o poker online, mas mantém a transmissão do World Series of Poker (WSOP) e do World Poker Tour (WPT).

Independentemente do desfecho final, a Pokerstars e a Full Tilt vão perder cota de mercado e isto significa uma abertura para a concorrência. Se conseguirem aumentar significativamente o seu volume, pode-se gerar um fenómeno de feroz concorrência entre as casas menores e isso significará mais promoções e melhores condições para os jogadores.

* Podem consultar a acusação formal da justiça americana, através deste site (PDF).

Reportagem na TV americana sobre o caso que chocou o mundo do poker online



Redes Sociais

Acompanhe o Aposta X no Twitter
Conheça a página do Aposta X no Facebook

Página Inicial

0 comentários:

Enviar um comentário

Home - Aposta X

 

Aposta X - Futebol e Apostas Online