Que goleada! Portugal 7-0 à Coreia do Norte: Fez-se história!

22 junho, 2010


O azar que carrega Carlos Queiroz desde que assumiu a selecção nacional, finalmente foi quebrado com uma goleada difícil de voltar a acontecer, principalmente em fases finais de grandes competições. Depois de uma fase de apuramento muito irregular, muito por culpa dos golos falhados, e dos resultados curtos (recordo a exemplo a Dinamarca, Albânia e Suécia) a Coreia do Norte provou todo o potencial ofensivo que nossa equipa pode e deve exibir. 7-0 não é todos os dias!

A Selecção portuguesa alcançou o seu resultado mais volumoso de sempre em fases finais, Portugal entra no registo de recordes do Mundial com a sétima melhor marca de sempre no que a diferenças de golos diz respeito - o máximo pertence à Hungria, que venceu El Salvador por 10-1, em 1982

A título pessoal, tive o privégio de estar presente na maior goleada portuguesa de sempre (8-0), decorria o ano de 1994 e o adversário foi o Liechtenstein na caminhada para o Euro 96. Chuvia a potes no antigo estádio Luz e os golos saiam quase a cada dezena de minutos. (vídeo)


E de facto, apesar de muito significativa, merecida, esmagadora e determinante para uma classificação para os oitavos-de-final que parece assegurada à equipa de todos nós, é necessário ao grupo manter a serenidade e não se deixar impressionar pela volumosa vitória.

Esperava-se que Carlos Queiroz fosse suprimir a ausência de Deco (lesionado), por Danny a "10" e Simão a extremo. Eis que Tiago, seria o escolhido. Mas haveria mais duas surpresas para o jogo. Uma delas foi Miguel no lugar de Paulo Ferreira, na lateral direita. A outra, Hugo Almeida no lugar de Liedson.

Queiroz arriscou, é verdade, com as mudanças. Mas, quem diria, que seria a melhor "revolução" da era Queiroz? Tiago fez uma partida memorável, como há muito Deco não faz com a camisola portuguesa. Hugo Almeida encontrou dificuldades na primeira parte, curiosamente nas bolas aéreas, mas esteve bem exercendo a função de pivô. Mesmo sem brilhar, acabou premiado com um golo. Miguel, não mostrou grandes diferenças em relação a Paulo Ferreira. No entanto, apresentou-se bem melhor para auxiliar o ataque, e até em virtude da goleada, deverá segurar o lugar nos próximos jogos.


Era difícil pensar que, depois do que se viu nos primeiros 45 minutos, Portugal chegaria a um resultado tão volumoso e, sobretudo, a uma exibição tão deslumbrante. Raul Meireles foi a figura do primeiro tempo, arriscando remates perigosos e surgindo como elemento surpresa em outras oportunidades. Numa delas, num brilhante passe de Tiago, o portista abriu o marcador.

Se a primeira parte, terminou mais ou menos equilibrada, mas com grande superioridade portuguesa, o segundo tempo começou da forma que Queiroz mais queria: com um golo bem cedo. Ronaldo, que andara quase desaparecido durante a primeira parte, resolveu abrir o livro. Meireles, manteve o registo e assistiu Simão para o 2-0, num remate seco. E aí, começou a festa lusitana no Green Point Stadium. Os coreanos abriram-se, de maneira até infantil, deixando muitos espaços nas alas, principalmente na esquerda - justamente a mais forte de Portugal. Fábio Coentrão (novamente em grande!) e Cristiano Ronaldo, pareciam locomotivas. Por lá, chegou o cruzamento de Coentrão para o golo de Hugo Almeida e as jogadas dos dois golos de Tiago.

Tiago, aliás, fez um jogão. Soube distribuir jogo, chutou, mostrou presença na área. Uma actuação que dificilmente fará Queiroz deixá-lo de fora da equipa titular para o desenrolar do torneio mundial. E com justiça. Não somente pela partida contra a Coreia do Norte em si, mas também pela vibração que o médio mostrou, mesmo quando o marcador já estava bem favorável para Portugal. Merecidamente, recebeu das mãos de Cristiano Ronaldo o prémio de melhor em campo, para o qual o jogador do Real Madrid foi o escolhido do público no site da FIFA. Teve, ainda, um entrosamento muito bom com Raul Meireles, outro dos destaques.


Carlos Queiroz também merece elogios. Não teve medo de mexer além do óbvio e quando o marcador foi se dilatando, preocupou-se em alterar a equipa para mantê-la agressiva, já que após o quarto golo, os titulares visivelmente diminuíram o ritmo. Sabia da importância de se construir um bom saldo de golos, e conseguiu ir muito além do previsto. Liedson e Duda substituíram Hugo Almeida e Simão e deram conta do recado. Liedson marcou e ainda fez uma assistência para Cristiano Ronaldo marcar, o primeiro após muito tempo de seca pela selecção. Num malabarismo improvável, com a bola a passar-lhe no pescoço depois de um ressalto, fez o 6-0. Simplesmente hilariante!

O apuramento para a próxima fase ficou muito bem encaminhada. Mesmo se perder com o Brasil, Portugal conseguiu um saldo de golos incrível, e só uma tragédia tirará a equipa de Carlos Queiroz dos oitavos-de-final.


Porém, é preciso calma. O próprio Queiroz sabe disso, e já insistiu, após a goleada, que a maior relevância do dia não era o dilatado marcador, mas os três pontos. Há a noção de que o Brasil não é a Coreia do Norte, e que enfrentará uma defesa muito mais sólida que as dos asiáticos e mesmo da Costa do Marfim. Para a partida de sexta-feira, por exemplo, não se imagina que Tiago e Raúl Meireles actuem tão avançados, ou que os laterais subam com tanta frequência. Ainda assim, acredito que o Brasil que se cuide, temos contas a ajustar (6-2). E já agora, deixem de se preocupar se ficam em primeiro ou segundo, ou quem apanha a Espanha. Será impossível saber isso, já que o grupo que cruza com Portugal nos 8ª de final apenas joga duas horas depois.

ps. Clique nas fotos e verá uma resolução bastante maior.



Vídeo

Portugal 7-0 Coreia do Norte
Raul Meireles 29'
Simão 53'
Hugo Almeida 56'
Tiago 60'
Liédson 81'
Cristiano Ronaldo 87'
Tiago 89'


Porque este jogo entre Portugal e Coreia do norte merece ser recordado, o Aposta X, coloca para Download a versão HDTV 720p (PT-PT) para puder disfrutar em DVD ou no próprio computador.

Em baixo, estão 3 links, os quais terá de fazer o download de cada parte. Feito, extraia-os um a um os ficheiros (winrar), e feito o processo ficará em apenas 1. Depois pode usar o Gom Player para ver em PC, ou gravar para um DVD e assistir no seu sofá.

Parte 1
Parte 2
Parte 3

Fotos: AP

Página Inicial

4 comentários:

Samuel Bogas disse...

Convém não embandeirar em arco, como é do nosso apanágio. Mas também, não é todos os dias que Portugal apresenta futebol desta qualidade e com esta objectividade. Parabéns aos jogadores, e olha, que se lixe, ao seleccionador. Mexeu bem no onze, imprimiu velocidade e saiu-se bem. Vamos ver se foi golpe de sorte ou é para continuar.

Mas nunca é de mais sublinhar o quão pobre foi esta Coreia. Não teve nada a ver com a equipa que tantas dificuldades criou ao Brasil. E basta olhar às 3 faltas que cometeu no jogo todo para perceber. Nenhuma equipa séria a jogar com um adversário teoricamente superior pode acabar o jogo só com 3 faltas. Acabaram engolidos na própria ingenuidade

Daniel disse...

1º lugar, parabéns pelo blog, muito bem estruturado, bom design e matérias idem.

2º a minha posta ao jogo:

Em 90 minutos conseguimos passar de uma equipa com séria dificuldades de qualificação, para a equipa que melhor jogou nesta 2.ª jornada, a selecção com mais golos marcados e menos sofridos, e praticamente qualificada para os oitavos de final. É natural que a confiança aumente nos portugueses depois daquilo que vimos ontem, não confundir com euforia, principalmente dos jornalistas que chegaram ao ponto de perguntar ao seleccionador se iamos ser campeões do Mundo.

Saudações desportivas

Hugo Rodrigues disse...

O que foi feito é paasado. Só queria deixar um recado não pensem em mexer mais na equipa e acima de tudo não se preocupem se apanham a Espanha! Esses não nãp nenhuns papões e nem sabemos se vão qualificar-se.

Silvia disse...

Venha quem vier não é importante, é preciso é jogar com personalidade e garra! Força Portugal

Enviar um comentário

Home - Aposta X

 

Aposta X - Futebol e Apostas Online