Roma em estado de choque. Inter sobe à liderança e Lazio terá palavra a dizer...

27 abril, 2010


Os adeptos da AS Roma viveram no último domingo um exemplo da montanha russa de emoções que o futebol é capaz de proporcionar. Uma semana antes, a Roma tinha vencido numa reviravolta no dérbi contra a Lazio, mantendo a liderança da Serie A e renovando o sonho de conquistar o primeiro scudetto desde 2001. Do outro lado, a derrota mantinha os biancocelesti (Lazio) intranquilos, ainda ameaçados pela descida à Série B.

Mas, em sete dias tudo mudou. Superada pelo Inter de Milão no sábado, com a vitória nerazzurra por 3-1 frente à Atalanta, a Roma eclipsou-se no Olímpico no dia seguinte. Começou bem frente à Sampdoria, mas não resistiu à noite inspirada de Pazzini, que marcou duas vezes na segunda parte e determinou a vitória blucerchiata por 1-2.

Horas antes, a Lazio tinha vencido o Génova também por 1-2, fora de casa. O resultado permitiu aos "celestes" de Roma somar 40 pontos, marca considerada segura para a permanência no principal escalão. Ainda não existe certezas matemáticas da fuga à descida, mas são seis pontos de vantagem para a Atalanta, antepenúltima classificada. O Siena, com 30 pontos, está virtualmente condenado, enquanto o Livorno, com 29, já tem o destino traçado.


Quis o destino que a certeza da permanência definitiva da Lazio puderá chegar justamente no jogo contra o Inter, no Olímpico de Roma, o que coloca um dilema nos adeptos: vale a pena vencer ou empatar um jogo que pode proporcionar a recuperação da liderança do seu grande rival da cidade, restando apenas duas jornadas para o fim? A resposta, é quase unânime em manifestações dos adeptos em fóruns e programas de rádio, é negativa. Os laziale preferem que a sua equipa perca no fim de semana, ainda que isso signifique manter a possibilidade em aberto de descer.

O quadro de jogos das duas últimas jornadas ajuda a explicar tal postura. Na penúltima jornada, a Lazio visita o Livorno, já destinado à Serie B, e na última recebe a Udinese, com o objetivo da permanência já alcançado. A Atalanta, por sua vez, tem um confronto directo com o Bolonha (39 pontos, 17º classificado), visita a Fiorentina na penúltima jornada e recebe o Palermo, aspirante à Liga dos Campeões, na última. A crença do adepto da Lazio é de que, mesmo com a derrota para o Inter, só um grande desastre colocaria o clube na 2 divisão.

Outro raciocínio é ligado às hipóteses de o título ficar na AS Roma. Caso os giallorossi ultrapassem o Inter de Milão com uma vitória no campo do Parma, as duas partidas finais não reservam grandes dificuldades. Cagliari e Chievo, os dois adversários da Roma, já cumpriram o objetivo de fugir à segunda divisão e jogam relaxados. O Inter jogará também com o Chievo e um Siena que já deve ter caído por essa altura, mas é difícil imaginar um revés romano. Salvo uma enorme surpresa, o título define-se neste fim de semana.

Entre os adeptos desejarem e os jogadores corresponderem, evidentemente, tem uma grande distância. Nada disso garante que a tarefa da equipa de Mourinho seja facilitada. Vale lembrar que as duas direcções não viveram exactamente um clima pacifíco ao longo da época, com o Inter a assediar Pandev e Ledesma, quando estes, estavam em litígio com o clube. O Inter veceu o braço-de-ferro e acabou levando o macedónio, que obteve a rescisão do contrato por meios judiciais.

A história recente mostra que a Lazio teve duas oportunidades de beneficiar o Inter de Milão contra a Roma em disputas pelo título e não o fez. A primeira foi no célebre “5 maggio”, a última jornada da temporada 2001/02, quando o Inter só dependia de si próprio num duelo com a Juventus e Roma. Os adeptos da Lazio pediram a derrota, mas os biancocelesti venceram por 4-2. O título acabou nas mãos da Juve.

Em 2007/08, durante a recuperação da AS Roma que levou a decisão do título para a última jornada, Lazio e Inter cruzaram-se, e houve empate (1-1). Nesse dia, porém, a Roma também empatou, com o Cagliari, e não conseguiu diminuir a diferença.

Este ano, no entanto, há um ingrediente para aumentar o capítulo título e o desejo de vingança: o capitão Totti provocou os rivais no final do jogo, fazendo o gesto com o polegar para baixo, simbolizando uma possível descida à Série B.


Antes de tudo, porém, deve estar o profissionalismo dos jogadores. O Inter é favorito por ter melhor equipa do que a Lazio, e não por uma suposta falta de vontade. Os jogadores têm de defender a própria dignidade e buscar uma certeza, a da permanência na Serie A, que ainda não garantiram. Mesmo que contrariem os seus adeptos, que em caso de derrota fará festa – provavelmente com os polegares para baixo em sinal de ironia.

Não foi surpresa o AC Milan ter sido matematicamente afastado da luta pelo título ao perder por 3-1 para o Palermo de Miccoli (grande exibição) no último sábado. Surpresa foi a equipa ter estado na disputa por tanto tempo, com um conjunto de jogadores tão 8/80. Nem mesmo a terceira vaga directa para a Liga dos Campeões é dado certo. A vantagem de quatro pontos para a Sampdoria e seis para o Palermo é confortável, até porque os dois ainda se vão encontrar, mas os rossoneri precisam de pelo menos cinco pontos nos restantes jogos contra Fiorentina, em casa, Génova, fora, e Juventus, em casa, para não correr o risco de perder a terceira posição.

Para terminar, e a titulo de curiosidade, O Inter de José Mourinho tem a possibilidade de alcançar um feito inédito para um clube italiano: conquistar Serie A, Taça de Itália e Liga dos Campeões na mesma época. Em 1965, a equipa do "saudoso" Helenio Herrera esteve perto: conquistou Europa e scudetto, mas perdeu a final da taça para a Juventus.

Resultados da 35ª jornada da Liga Italiana 2009/2010

Inter Milão - Atalanta, 3-1 (Milito 24', Mariga 35', Chivu 78'; Tiribocchi)
Roma - Sampdoria, 1-2 (Totti 14'; Pazzini 51' e 85')
Palermo - AC Milan, 3-1 (Bovo 9', Hernandez 18', Miccoli 69'; Seedorf 55')
Udinese - Siena, 4-1 (Pepe 19' e 42', Sanchez 61', Di Natale 71'; Calaio 40')
Livorno - Catania, 3-1 (Lucarelli 50', Bellucci 60', Bergvold 66'; Maxi López 87')
Fiorentina - Chievo, 0-2 (Pellissier 54', Sardo 75')
Bolonha - Parma, 2-1 (Di Vaio 38' e 50'; Biabiany 23')
Génova - Lazio, 1-2 (Palacio 8'; Dias 25', Floccari 32')
Nápoles - Cagliari, 0-0
Juventus - Bari, 3-0 (Iaquinta 52' e 86', Del Piero 70' )

Vídeo

Todos os golos da 35ª jornada da Liga Italiana


Fotos: AP

Página Inicial

1 comentários:

Blogger disse...

There is SHOCKING news in the sports betting world.

It's been said that any bettor must watch this,

Watch this or quit placing bets on sports...

Sports Cash System - Robotic Sports Betting Software.

Enviar um comentário

Home - Aposta X

 

Aposta X - Futebol e Apostas Online