Roma - Novo líder da Liga Italiana

12 abril, 2010


A resistência do Inter de Milão na liderança da Liga Italiana terminou neste fim-de-semana com o empate em Florença e a vitória da Roma. A equipa de Totti é agora o novo dono do lugar que pertencia à equipa de José Mourinho.

Os romanos alcançaram a liderança isolada pela primeira vez desde setembro de 2007. Em caso de Ranieri vencer o scudetto, que substituiu Spalletti na segunda jornada, a Roma termina um tabu. A última equipa a mudar de treinador durante o campeonato e conquistar o título foi o Inter de 1970/71.

No Olímpico, a Roma entrou em força e Vucinic marcou o primeiro, num monumental frango de Consigli, que não conseguiu deter um remate de fora da área... à figura. Cassetti fez de cabeça o 2-0, após passe de Totti, mas a Atalanta reduziu por Tiribocchi. Aliás, este mesmo jogador podia ter empatado já perto do fim, mas Júlio Sérgio segurou a vitória para a Roma. Grande festa no final da partida entre jogadores e adeptos.


Num jogo emocionante e disputado sob grande equilíbrio, Fiorentina e Inter de Milão empataram 2-2. A equipa de José Mourinho deu assim continuidade ao mau registo na Serie A - apenas três vitórias nos últimos 11 jogos.

O Inter até dispôs de algumas oportunidades de inaugurar o marcador no início do encontro, mas acabou por ser Keirrison, antigo avançado do Benfica, a apontar o primeiro golo num contra-ataque muito bem construído por Montolivo e Comotto. A equipa de Mourinho sentiu sempre grandes dificuldades para furar a bem organizada defesa viola, e, logo ao intervalo, o técnico português lançou Balotelli no jogo, alargando ainda mais a sua frente de ataque. As mudanças deram frutos na segunda parte. Após muito insistir, o Inter logrou dar a volta ao resultado com golos de Diego Milito e Eto'o no espaço de apenas quatro minutos. Quando já nada parecia impedir a formação nerazzurri de alcançar uma preciosa vitória, Kroldrup apareceu desmarcado logo no minuto seguinte, desviando para golo um canto de Montolivo, perante o olhar enfurecido de José Mourinho.

No fim do jogo, o àrbitro-assistente Stefano Ayroldi, não teve problemas em exibir satisfação pelos dois pontos perdidos pelos nerazzurri, o que levou Mourinho a pedir-lhe satisfações. Cara a cara.

Quanto ao AC Milan, viu-se e desejou-se para segurar um empate caseiro diante do Catânia. No final assobiadela monumental dos adeptos rossoneri que vêm a sua equipa empatar em casa pela terceira vez consecutiva. Em grande está Miccoli que voltou a brilhar, bisando frente ao Chievo. Com 15 golos apontados, o ex-benfiquista é terceiro da tabela dos melhores marcadores.

A Juventus ganhou finalmente (1-0) sobre o Cagliari e conseguiu, pela primeira vez em cinco meses, terminar um jogo sem sofrer golos. A vitória por 2-3 no campo do Bolonha, evitou que a Lazio se mantivesse próxima da linha de àgua. Agora segue-se o dérbi com a Roma, fundamental por dois motivos para os biancocelesti: fugir de vez ao espectro de descida e atrapalhar os rivais na luta pelo título.


Em Génova, dérbi escaldante e cheio de incidentes. A Sampdória venceu por 1-0 o Genoa, mas o que ficou deste jogo foi o que se passou nas imediações do estádio Luigi Ferraris onde houve confrontos entre adeptos, treze agentes policiais feridos e um adepto morreu.

O resultado manteve a Sampdória Com os mesmos pontos do Palermo e com três de vantagem sobre a Juventus. A equipa terá neste fim de semana um confronto crucial com o Milan. Os blucerchiati defendem uma invencibilidade caseira de 25 jogos, e vencer é fundamental, porque em seguida virá a visita à líder Roma. O Palermo, por sua vez, viaja para enfrentar o Cagliari e no fim de semana seguinte terá sua ocasião de receber o Milan. Na penúltima jornada há um confronto directo que poderá ser crucial.

A luta pelo quarto lugar na Série A chama a atenção nesta que deve ser a última época com as quatro vagas para a Liga dos Campeões, isto pensando na provável ultrapassagem da Alemanha no ranking da UEFA.

Resultados da 33ª jornada da Liga Italiana 2009/2010

Fiorentina - Inter Milão, 2-2 (Keirrison 11' e Koldrup 82'; Milito 74' e Eto'o 81')
AS Roma - Atalanta, 2-1 (Vucinic, 12' e Cassetti 27'; Tiribocchi 53')
Palermo - Chievo, 3-1 (Pastore 28' e Miccoli 39' e 53'; M. Paula 18')
Sampdoria - Génova, 1-0 (Cassano 24')
Nápoles - Parma, 2-3 (Quagliarella 3', Hamsik 78'; Antonelli 63', Lucarelli 69', Jiménez 87')
Juventus - Cagliari, 1-0 (Chiellini, 35')
Siena - Bari, 3-2 (A. Ghezzal 18' e 62' e A. Rosi 66'; Rivas 13' e Castillo 21')
AC Milan - Catania, 2-2 (Borriellio 48' e 80'; Maxi López 12' e A. Ricchiuti 43')
Bolonha - Lazio, 2-3 (Guana 12' e Portanova 15'; S. Mauri 44', G. Dias 63' e T. Rocchi 68')
Livorno - Udinese, 0-2 (Sanchéz 8' e Di Natale 34')

Vídeo

Fiorentina 2-2 Inter de Milão
Keirrison 11'
Milito 74'
Eto'o 81'
Koldrup 82'


Todos os golos da 33ª jornada da Liga Italiana


Fotos: AP

Página Inicial

0 comentários:

Enviar um comentário

Home - Aposta X

 

Aposta X - Futebol e Apostas Online